Justiça nega recurso e mantém Globo proibida de exibir caso Flávio Bolsonaro
Foto: Montagem / TV Globo / Tânia Rêgo / Agência Brasil

A Rede Globo continuará proibida de exibir em seus telejornais documentos sobre o esquema das rachadinhas, envolvendo o senador Flávio Bolsonaro. De acordo com a Coluna Radar, da Veja, a emissora teve recurso negado, nesta quarta-feira (16), pelo desembargador Fábio Dutra, da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. 

 

No entendimento do desembargador, “diante do que dispõe o estatuto processual e considerando que a decisão ora guerreada não importou em censura ao que foi publicado pela ora Agravante, não é possível verificar, neste momento, o risco de sua irreversibilidade a justificar o deferimento do efeito suspensivo pretendido”.

 

Os advogados Rodrigo Roca e Luciana Pires, responsáveis pela defesa do senador Flávio demandaram uma ação no dia 3 de setembro, na 33ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio e conseguiram, no dia 4 de setembro, uma tutela provisória proibindo a exibição. A decisão foi da juíza Cristina Serra Feijó (relembre aqui). 

Histórico de Conteúdo