Contra família de Gugu, Rose Miriam sofre nova derrota na Justiça em briga por testamento
Foto: Reprodução/Instagram

Em decisão do juiz Galdino Toledo, do Tribunal de Justiça de São Paulo, a médica Rose Miriam Di Matteo sofreu uma nova derrota, em segunda instância, na briga pelo testamento do apresentador Gugu Liberato, falecido em novembro do ano passado. 

 

Segundo informações do colunista Ricardo Feltrin, do UOL, o desembargador manteve a validade do testamento feito por Gugu em 2011. No documento, que não inclui Rose Miriam, a herança é direcionada em sua maior parte para os três filhos que o apresentador teve com Di Matteo. 

 

O testamento também deixa claro que sobrinhos de Gugu receberão parte da herança e que a mãe do falecido, Dona Maria do Céu, receberá uma pensão vitalícia. O desembargador, inclusive, manteve Aparecida Liberato, irmã do apresentador como inventariante, negando o pedido de bloqueio de bens feito pela médica. 

 

Vale destacar que a decisão do magistrado Galdino Toledo também foi baseada em um contrato acordado entre Gugu e Rose Miriam. Na época, os dois concordaram que não viveriam na mesma residência, evitando-se assim que os dois constituíssem uma relação de casal. 

 

Contra a decisão, Di Matteo afirmou que irá recorrer e seu advogado Nelson Wilians, em nota, afirmou que “o desembargador analisou o recurso de forma superficial”. No mesmo comunicado, o representante da médica disse que ela tinha “ganho uma casa de valor em torno de R$ 6 milhões e US$ 500 mil em ações de um time nos EUA”. 

Histórico de Conteúdo