Quinta, 06 de Fevereiro de 2020 - 13:26

Léo Santana vai puxar Arrastão na Quarta-feira de Cinzas; festa não terá apoio da prefeitura

por Júnior Moreira Bordalo / Ailma Teixeira

Léo Santana vai puxar Arrastão na Quarta-feira de Cinzas; festa não terá apoio da prefeitura
Foto: Júnior Moreira Bordalo / Bahia Notícias

Após toda a polêmica em torno do "Arrastão da Quarta-feira de Cinzas", o encerramento extraoficial do Carnaval de Salvador será puxado por Léo Santana neste ano. Ao lado do prefeito ACM Neto (DEM), o cantor confirmou sua participação no evento durante a coletiva de imprensa da folia momesca, nesta quinta-feira (6), no Wish Hotel da Bahia.

 

Todos os custos com a apresentação serão bancados pelo próprio artista, como acordado pela gestão municipal. "Quem quiser desfilar puxando o arrastão, não tem problema. Mas esse é um projeto por conta do artista ou dos seus empresários, onde não há a participação direta do poder público", ressalta o prefeito, a fim de esclarecer a situação. 

 

Ele conta que chegou a esse entendimento com a Câmara Municipal de Salvador depois de vetar o projeto de lei que proibia a realização do arrastão (saiba mais aqui). Uma nova lei sancionada na última semana, no entanto, proíbe que a prefeitura custeie qualquer atividade relacionada à festa na Quarta-feira de Cinzas. A única intervenção da prefeitura foi na solicitação para que a Polícia Militar (PM) faça a segurança da festa, o que, segundo Neto, já está garantido.

 

Além do arrastão e seus shows em blocos e camarotes ao longo do Carnaval, Léo Santana também vai puxar o "Pipoco" na terça-feira, dia 18. O evento de pré-Carnaval segue o percurso invertido da Ondina à Barra.

Histórico de Conteúdo