Hariany empurra Paula durante briga na última festa do 'BBB19' e público pede expulsão
Foto: Twitter @bbb

Amigas inseparáveis desde o início do programa, a mineira Paula e a goiana Hariany protagonizaram a maior briga da 19º edição do Big Brother Brasil. O desentendimento, que perdurou por parte considerável da festa na madrugada desta quinta-feira (11), teve até agressão.

 

Tudo começou quando a caçula da edição foi saber porque a amiga emparedada estava triste. Sem querer responder, Paula mandou Hariany "calar a boca" e deu início à discussão.

 

"É a nossa última festa, você vai ficar chorando assim? Mas vou falar a real pra você, às vezes você fala umas coisas que você não mede as palavras, você fala umas coisas que machuca as pessoas", disse Hariany enquanto as duas conversavam no Quarto Ouro.

 

"Oh, oh, estou sendo filmada. Se eu não percebi que estou sendo filmada, fala", Paula ironizou em resposta. "Eu não me importo com dinheiro, não me importo com quem está vendo, não me importo com nada na minha vida. Sempre foi eu e minha família, eu e Pipa", acrescentou, dizendo ainda que não sabe ter amigos, pois a única que considera como tal é sua porca.

 

Ainda assim, Hariany insistiu que prefere ter essa conversa após o programa, em reservado, porque não quer se "engrandecer" em cima da mineira.

 

Mas a briga não chegou ao fim depois disso. Para Hariany, o riso de Paula era puro deboche, então a goiana explodiu: "porque você é minha amiga, você está achando que você vai falar o que você quer?, questionou e quando Paula foi abraçá-la, empurrou a amiga no chão.

 

Carolina, que também estava no quarto, foi quem tentou apaziguar o clima entre as duas, que tinha Paula risonha e Hariany nervosa, com medo de ser expulsa. De acordo com as regras do programa, agressão física é motivo para provocar a expulsão de um participante, mas como a mineira não deve registrar uma reclamação contra a goiana, a expectativa é de que a briga não tire a caçula da final.

 

 

 

Depois de muita D.R., as duas voltaram para a festa para brigar novamente. Dessa vez, Hariany começou com o choro e se sentiu incomodada com a reação de Paula. "Eu não tenho o direito de chorar, eu não tenho?", questionou, irritada.

 

"Óbvio que tem. Mas quem dera eu estar chorando por saudade, não estar sofrendo por eu ter passado por isso tudo e estar numa merda de paredão que amanhã eu posso sair", desabafou Paula.

 

Ao se dar conta do risco de deixar o programa apenas um dia antes da final, Paula passou a demonstrar preocupação com a visão do público. "Agora, a situação que a gente está, a gente está num jogo e eu errar nesse momento, pode ser crucial pra mim, então, se você não fala o que é e eu não puder corrigir, isso pode acabar tudo que eu lutei pela gente até agora", discursou, acrescentando que precisa "mostrar para o Brasil" que não age por mal. Em sua defesa, ela voltou a repetir que foi a responsável por colocar Hariany na final, já que escolheu enfrentar Carolina no último paredão.

 

No fim das contas, Hariany não revelou o que gostaria de dizer, mas minimizou o tom da conversa, dizendo se tratar de coisas "íntimas", que só se referem às duas.

 

Ainda em discordância, elas decidiram encerrar a briga e terminaram a festa “de bem”. Assim, o BBB19 chega ao fim nesta sexta-feira (12) praticamente sem conflitos.

Histórico de Conteúdo