Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 27 de Setembro de 2018 - 13:00

Ivete e Claudia ignoram pedido de Anitta para aderir ao #EleNão; Preta Gil desabafa

por Júnior Moreira

Ivete e Claudia ignoram pedido de Anitta para aderir ao #EleNão; Preta Gil desabafa
Foto: Reprodução / Globo

Conforme divulgado, a cantora Anitta entrou na campanha contra o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, no último domingo (23) ao aderir a um chamado de Daniela Mercury e participar da hashtag #EleNão (relembre aqui). Contudo, ao fazer isso, a poderosa convocou outras três artistas: Ivete Sangalo, Claudia Leitte e Preta Gil. Quatro dias após o recado, as baianas seguem ingnorando a colega, pelo menos nas redes sociais. Por conta disso, muitos seguidores estão pressionando-as na esperança de um posicionamento, já que são artistas que também usurfurem do Pink Money - renda vida do público LGBTQ+. Vale dizer que Ivete já deu entrevistas dizendo que não fala de política e Claudia não costuma tratar publicamente do assunto.

 

Por outro lado, Preta Gil usou suas redes sociais nesta quinta (27) e fez um longo desabafo. Apresentando um tom seguro, a filha de Gilberto Gil disse que "não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos". "Eu já senti na pele a fúria do mesmo e de seus eleitores, e não me intimidei, nem entrei no jogo da violência, segui sendo quem eu sou, lutando pelos meus ideais com amor e respeito e defendendo o que considero certo sem precisar ofender ninguém". Por fim, disse que não se sente no direito de desafiar ninguém. "Cada pessoa se posiciona ou não, por livre e espontânea vontade e deve ser respeitada. #souelenãohá7anos e sei que está difícil, que estamos cansados, mas não podemos deixar o ódio dominar nossas vidas. Vote em quem quiser, mas não agrida ninguém, não ameace as pessoas, isso não está certo. Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas". Confira: 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos, parece até que se esqueceram desses vídeos, pode até ter edição, mas a intenção de me agredir não teve. Não tem como eu apoiar um candidato que fez agressões gratuitas, calúnias e difamações a mim, a minha família e a tantos outros. Eu já senti na pele a fúria do mesmo e de seus eleitores, e não me intimidei, nem entrei no jogo da violência, segui sendo quem eu sou, lutando pelos meus ideais com amor e respeito e defendendo o que considero certo sem precisar ofender ninguém. Não me sinto no direito de desafiar ninguém a declarar repúdio ou apoio a ninguém, cada pessoa se posiciona ou não, por livre e espontânea vontade e deve ser respeitada. #souelenãohá7anos e sei que está difícil, que estamos cansados, mas não podemos deixar o ódio dominar nossas vidas. Vote em quem quiser, mas não agrida ninguém, não ameace as pessoas, isso não está certo. Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas!!! PS: vocês que me cobraram posicionamento esses dias, que me xingaram e que me ameaçaram... vocês não me conhecem, já meus fãs conhecem meu caráter e minha índole, eles não me cobram e não me julgam, eles me apoiam!!!

Uma publicação compartilhada por Preta Gil ???? (@pretagil) em

Histórico de Conteúdo