Revoltado, Leo Dias diz que vai expor as brigas de Anitta com Ivete, Pabllo, Preta e Simaria
Foto: Reprodução / SBT

Quem acompanha o colunista Leo Dias nas redes sociais já percebeu que ele está escrevendo a biografia não autorizada da Anitta. Por isso, volta e meia, o jornalista publica vídeos e trechos do que estará no livro. Porém, alguns comentários não estão agradando a artista. Segundo o funcionário de Silvio Santos, a carioca disse que irá emitir uma nota dizendo que nem tudo que está escrito é verdade. 

 

Por isso, Leo desabafou no seu stories, na noite desta segunda-feira (3). Visivelmente irritado, ele falou das brigas de Anitta com cantoras Simaria, Pitty, Maluma, Preta Gil, Ivete Sangalo e Pabllo Vittar e disse que a funkeira está querendo impedir a sua “liberdade de imprensa” com essa atitude.

 

"Como manda um bom jornalismo, principalmente porque eu tenho uma boa relação com todos, aquele texto não é uma invenção da minha cabeça, é uma apuração. Só pra você entender, cada trecho, eu peguei e passei pra uma pessoa sobre quem está relacionado”, explicou. Leo Dias diz que enviou o trecho para a filha de Gilberto Gil: "'Olha! Vai sair isso no livro, você quer falar sobre?' A Preta é uma pessoa educadíssima. Fina. Educada. Meu amor, ela ficou bem chocada. Ela chegou a falar a palavra ‘mentirosa'”, ressaltou.

 

“Olha, uma dica! Nunca use a palavra ‘mentirosa’ para definir o meu trabalho. Ah, você me tira do sério. Eu falei: Preta, isso pode ser tudo, menos mentirosa. São versões de pessoas que trabalham com Anitta. Aí eu falei pra ela o seguinte: Você pode até falar mal de mim, Preta. Que eu sou um louco alucinado, eu vou publicar o que você tá dizendo”, prometeu. “Eu estou te dando a chance, a um espaço no livro pra falar sobre o que eu tô falando sobre você. Aí a Preta precisava se acalmar, né? Se acalmou, graças a Deus, eu acho. A Preta chegou a usar um termo assim: ‘eu virei a vilã do livro’. Eu falei: Amor, esse livro é tão grande, isso é um capítulo, e você está presente só nesse capítulo. A vilã, no caso, está em todos os capítulos e não é você”, lembrou.

 

Quanto ao trecho de Ivete, ele disse que enviou o texto para o assessor da baiana, que está morando fora do Brasil. "Ele falou com ela e pediu uns dias pra pensar no que vai escrever. Quanto aos entrevistados, eu dei a garantia que os nomes não seriam publicados”, garantiu.  “O povo desembuchou, meu amor. É cada história! E eu posso falar uma coisa? 100% real, a Preta ficou tão revoltada que disse que ia ligar pra Jojo Todynho, que ia ligar pra um monte de gente, que no inicio do capitulo, eu cito o DVD de Claudia Leitte, lembra? Que Anitta não foi? E a Preta tá envolvida”, afirmou.

 

Por fim, disse que o recado era para a inspiração do livro. “Sabe dona Anitta? Que eu bloqueei a senhora no WhatsApp esse final de semana? Nós voltamos a nos falar, mas sabe o que é que é, dona Anitta? Graças a Deus temos liberdade de imprensa nesse país”, provocou. “Aí eu soube que Anitta vai entregar os livros pros advogados ou vai emitir uma nota dizendo que nem tudo é verdade. Ah não, Anitta? Nem tudo é verdade? Eu tô com tudo gravado! Tudo! Pode botar na Justiça! Pode processar! Agora vai ficar feio pra você. Se eu deixasse de publicar as matérias que eu faço por medo de processo, eu nem levantava da cama. Então é o seguinte: Eu estou cada mais respaldado e com mais provas das coisas que eu chego”, finalizou. Assista: 

Histórico de Conteúdo