Terça, 22 de Setembro de 2009 - 10:33

Pitty revela que teve adolescência conturbada com a mãe

por Fernanda Figueiredo



Na noite desta quarta-feira, 23 de setembro, vai ao ar o programa "Ensaio" da TV Cultura, que traz uma entrevista reveladora com a cantora baiana Pitty. No programa, a roqueira fala sobre o novo disco, seu relacionamento com a mãe, e sobre sua infância: “Durante minha adolescência, éramos antagônicas. Só tivemos um contato físico mesmo, de trocar carinho, recentemente”, disse Pitty sobre a mãe. 



Mas, apesar da relação conturbada, foi da mãe que Pitty teve sua principal influência musical. "A admiração pela Elis Regina veio muito de minha mãe, que tinha todos os vinis dela. A Elis é para mim a maior cantora deste país, uma das únicas pessoas que eu conheço que conseguia cantar chorando".



Depois de quatro anos sem lançar um disco de inéditas, Pitty mostra as canções de seu novo álbum Chiaroscuro, lançado em agosto deste ano, além dos hits como Admirável Chip Novo, Memórias e Máscara: "Muita gente ficou assustada com o novo CD. Acharam tudo muito diferente, mas adoro quando as pessoas não esperam uma coisa, mas você vai lá e faz".

Histórico de Conteúdo