Vera Fischer é dispensada da Globo após 43 anos na emissora
Foto: TV Globo

A atriz Vera Fischer se soma a José de Abreu e Miguel Falabella no time de veteranos dispensados da Rede Globo. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, ela, que era contratada há 43 anos, deixou a emissora nesta semana.

 

Em nota, a Globo confirmou a saída de Vera Fischer e justificou que "tem tomado uma série de iniciativas para preparar a empresa para os desafios do futuro". "Temos evoluído nos nossos modelos de gestão, de criação, de produção, de desenvolvimento de negócios e também de gestão de talentos", diz o comunicado.

 

"Assim, em sintonia com as transformações pelas quais passa nosso mercado, a Globo vem adotando novas dinâmicas de parceria com seus talentos. Vera Fischer, assim como outros talentos, tem abertas as portas da empresa para atuar em futuros projetos em nossas múltiplas plataformas", acrescenta, destacando que, mesmo após o fim do contrato, nada impede que a artista volte a trabalhar na emissora, mas com regras contratuais diferentes.

 

Vera Fischer estreou nas novelas globais em 1977, como a Diana Queiroz de "Espelho Mágico". Já seu último papel foi em "Espelho da Vida" (2018-2019), quando interpretou Gertrudes Trindade. O nome da atriz era cotado para a próxima novela das seis, "Além da Ilusão", que teve que ser adiada por causa da pandemia do novo coronavírus. Agora fora dos quadros da emissora, o futuro da artista no folhetim é incerto, assim como a data de início da produção. 

Âncora da Globo critica governo Bolsonaro por atraso na divulgação de números da Covid-19
Foto: Reprodução / TV Globo

A âncora da TV Globo, Renata Lo Prete, que apresenta o "Jornal da Globo", fez uma crítica ao governo do presidente Jair Bolsonaro por atrasar a divulgação de dados sobre a Covid-19 no Brasil na noite desta sexta-feira (6).

 

Na abertura do telejornal, ela destacou que os números do dia, que mostraram a confirmação de 1.005 óbitos por Covid-19 em 24 horas, só foram divulgados às 22h.

 

“E até agora a pouco não era possível obter dados mais detalhados no site do Ministério da Saúde. Como seria bom se o governo usasse no enfrentamento do coronavírus a energia que está gastando para dificultar o acesso a informações públicas”, disparou a jornalista, ao vivo.

 

“Bom para quem está na fila, à espera de um leito de UTI, bom em retrospecto, para quem morreu sem conseguir um leito. Bom para o país”, concluiu a profissional.

 

Na noite desta sexta, Bolsonaro admitiu em entrevista a jornalistas que a demora em atualizar os números servia para que os mesmos não fossem apresentados no Jornal Nacional (leia aqui).

 

Sábado, 06 de Junho de 2020 - 12:20

Adriana Birolli vê reprises de seus trabalhos pela 1ª vez e diz que agora pode curtir

por Fernanda Pereira Neves | Folhapress

Adriana Birolli vê reprises de seus trabalhos pela 1ª vez e diz que agora pode curtir
Foto: Reprodução/ TV Globo

 Adriana Birolli, 33, está tendo a oportunidade de ver reprises de seus trabalhos na televisão pela primeira vez, e em dose dupla. A atriz está no ar atualmente nas novelas "Fina Estampa" (2011-2012) e "Totalmente Demais" (2015-2016), e afirma que finalmente está podendo se divertir assistindo.

 

"Poder assistir com o distanciamento do tempo é maravilhoso, e agora posso dizer que sou mais crítica quando estou gravando, porque eu assisto analisando para voltar e fazer um trabalho ainda melhor no dia seguinte. Agora, estou podendo curtir e me divertir, está sendo uma experiência maravilhosa."

 

Birolli diz que ficou surpresa com a oportunidade de ver uma reprise sua pela primeira vez. Curiosamente, em dois trabalhos bem diferentes. Se em "Fina Estampa" ela dá vida à boazinha e ingênua Patrícia, em "Totalmente Demais" ela interpreta a megera Lorena, que dirige um site de fofoca e persegue Carolina (Juliana Paes).

 

A atriz afirma que tem um carinho especial pelas duas personagens, mas recorda também a pressão que sentiu ao fazer Patrícia, após o sucesso em sua estreia nas novelas, como a vilã Isabel, de "Viver a Vida" (2009-2010). "Foi uma rara e bela oportunidade de mostrar outro lado da minha atuação."

 

Mas agora, assistindo de forma menos crítica, como ela mesma diz, Birolli afirma estar muito feliz com sua atuação, e confessa que fazer Lorena foi completamente diferente: "uma diversão". Segundo a atriz, uma oportunidade de usar o que já viveu com muitas jornalistas "maldosas e causadoras a qualquer custo".

 

No fim das contas, Birolli diz que não tem uma preferência por interpretar vilãs ou mocinhas. Segundo ela, o importante é ser uma boa personagem, com uma boa história. "Não tenho preferência, não. Recebi muito carinho do público com minhas personagens, só tenho a agradecer," diz.

 

QUARENTENA E ARTE

O último trabalho de Birolli foi na novela "Jezabel" (Record, 2019), mas ela estava tocando alguns outros projetos quando começou a pandemia da Covid-19. Hoje está tudo suspenso: as leituras semanais de textos de teatro, apresentações de espetáculos teatrais ao ar livre e festas temáticas.

 

A atriz vinha tocando o projeto cultural Casona House, em sua própria casa, no qual utiliza alguns espaços como cenário para as peças, leituras e festas. Ela também estava começando dois projetos de cinema e um de teatro. "Agora vamos ter que aguardar para ver quais projetos vão ter continuidade", afirma.

 

Em isolamento social em sua casa no Rio de Janeiro, Birolli diz que tem usado esse tempo para "colocar a vida em ordem". Segundo ela, refletir sobre as coisas, organizar a casa, consumir arte. "Alguns momentos a gente fica meio cansado de tudo isso, mas temos que passar por isso da melhor forma possível", diz.

 

"Acho que temos uma possibilidade de um novo mundo depois disso. Respeite quem está passando a quarentena com você e, se preciso, peça para ser respeitado. Vamos plantar o que queremos colher depois que tudo passar. Então ajude! Ajude quem você puder, da forma que puder. O pouco para uns é muito para outros."

 

Entre os que precisam de ajuda, a atriz pede que a classe artística seja lembrada e destaca que, apesar do que muitos imaginam, apenas 2% dos artistas são privilegiados, enquanto 98% de pessoas passam muita dificuldade, mesmo em épocas sem pandemia ou coronavírus.

 

"Eu queria que a gente tivesse um blackout de 24 horas sem arte. A verdade é que a cultura está salvando a sanidade de muita gente. Mas ainda assim acho que no Brasil a cultura não vai ser valorizada como merece. Não existe essa consciência. Quem está lá em cima não tem o menor interesse em nos valorizar."

CNN Brasil e Record exibem matérias 'exclusivas' com Joice Hasselmann como alvo
Foto: Reprodução / CNN Brasil

A CNN Brasil e a Record exibiram reportagens "exclusivas" sobre o mesmo assunto nesta sexta-feira (05). O alvo das matérias foi a deputada federal Joice Hasselmann, principal desafeto do governo de Jair Bolsonaro.

 

As duas reportagens, tratadas pelas emissoras como "exclusivas", mostraram que a deputada supostamente obrigou assessores a criar perfis falsos para atacar adversários e defendê-la. A CNN Brasil exibiu a matéria no início da tarde, enquanto a Record levou o material ao ar à noite.

 

Joice acusou o governo federal de estar por trás da divulgação do material. "O dinheiro da Secom do governo está rendendo frutos. Hoje uma denúncia forjada ganhou quase 1h na CNN Brasil, menos de 2 horas depois de declarações minhas que incomodaram o presidente e seu filho psicótico, Carlos. Coincidência? Essa gente é bandida", escreveu.

Sábado, 06 de Junho de 2020 - 08:50

Briga entre Anitta e Leo Dias diz muito sobre a indústria da fofoca na era da internet

por Ivan Finotti | Folhapress

Briga entre Anitta e Leo Dias diz muito sobre a indústria da fofoca na era da internet
Foto: Reprodução/ SBT

 No dia em que as imagens e declarações recheadas de palavrões de uma agora mais que polêmica reunião do presidente Jair Bolsonaro e seu gabinete invadiram os sites, jornais e noticiários de televisão no final de maio, era difícil imaginar outra notícia que pudesse roubar tão cedo os holofotes e os pontos de audiência.

 

Mas uma troca de farpas envolvendo áudios vazados entre Anitta e o seu biógrafo, o blogueiro de celebridades Leo Dias, logo ofuscou os impropérios do presidente, que distribuía insultos a desafetos, como os governadores de São Paulo e do Rio de Janeiro, chamados por ele de "bosta" e "estume", nesta ordem.

 

Só no site deste jornal (Folha de S. Paulo), a briga da estrela pop com seu mais novo inimigo público número um chegou a registrar quatro vezes mais acessos do que as notícias sobre aquele acalorado encontro no Palácio do Planalto.

 

Anitta diz ter sido ameaçada e chantageada por Leo Dias na internet Montagem Anitta diz ter sido ameaçada e chantageada por Leo Dias na internet **** Os números mostram como, para parte da população, a briga de uma celebridade musical contra um jornalista gera mais interesse do que uma reunião política que pode mudar os rumos do país em meio a uma pandemia que infectou milhões pelo mundo e já matou mais de 34 mil brasileiros. Também mostram que uma indústria, ao contrário de todas as outras, resiste à crise do coronavírus - a da fofoca.

 

Na semana passada, a Justiça acatou pedido de Anitta para que Leo Dias não pudesse nem mais citar seu nome. Nem ela nem o blogueiro aceitaram dar entrevistas a este repórter nos últimos dias --outros jornalistas de celebridades e assessores de famosos aceitaram falar, mas pediram que seus nomes fossem mantidos em sigilo.

 

Esse é só mais um capítulo numa longa tradição de embates entre o jornalismo e as celebridades que são alçadas a manchetes, quer queiram, quer não. Desde "A Doce Vida", clássico de Federico Fellini rodado há seis décadas que traz entre seus personagens um fotógrafo de nome Papparazzo, a indústria costuma retratar os jornalistas como predadores vorazes e as personalidades famosas como as suas vítimas.

 

É um ponto de vista que faz sentido, e que teve seu auge em 1997, com a trágica morte da princesa Diana e de seu namorado Dodi Al-Fayed, que bateu o carro num túnel de Paris quando tentavam escapar da perseguição de fotógrafos em motocicletas. Os tabloides britânicos, como Daily Mirror e The Sun, contudo, nunca fecharam as suas portas e ainda hoje evaporam das bancas.

 

É um filão da imprensa que atinge grande audiência e que não pode ser desprezado na contabilidade. Quase todos os portais e redes de TV têm suas colunas e programas que tratam, bem ou mal, desse assunto.

 

Mas o caso de Anitta é um exemplo de como as entranhas desse jornalismo são mais complexas. Primeiro, há uma simbiose clara entre a cantora e Leo Dias desde que ele escreveu a biografia "Anitta Furacão", no ano passado. Mesmo anunciada como "não autorizada", a obra é extremamente laudatória e alguns sites de celebridades a descreveram como trabalho de um "jornalista amigo da cantora".

 

A briga entre eles mostrou mais. A cantora era, além de fonte de notícias sobre si mesma, uma informante de fofocas sobre colegas. Num post vazado por Dias, Anitta fala sobre um suposto caso extraconjugal da atriz Marina Ruy Barbosa e o pressiona a publicar a história. Ela se defendeu dizendo que era chantageada por Dias para que lhe fornecesse informações, sob pena de ter a sua carreira destruída.

 

Isso chocou dois jornalistas de celebridades ouvidos em anonimato. Segundo eles, esse tipo de relação com uma fonte do nível de Anitta, mesmo que desejada, é praticamente impossível de se conseguir, principalmente se você for seguir a ética jornalística.

 

Segundo uma jornalista que apresenta um programa do gênero na televisão, houve uma mudança brutal nos últimos anos depois do surgimento da internet e das redes sociais. Nos anos 2000, as celebridades corriam atrás dos jornais para plantar notas favoráveis a eles em colunas sociais.

 

Hoje, artistas precisam só de suas plataformas online para fazer autopromoção. Isso faz com que tenham dificuldade de entender os princípios que regem o jornalismo, seja ele de celebridades ou político. Mais ou menos como Bolsonaro faz quando diz que a imprensa que não o adula é lixo.

 

De acordo com um repórter que escreve em dois grandes jornais brasileiros, muitas colunas hoje servem só como uma curadoria do Instagram. Ou seja, o jornalista vê o que as celebridades estão postando e pinçam as melhores "notícias" para seus leitores.

 

O próprio colunista admitiu que faz exatamente isso, por não ter estômago para ficar correndo atrás dos famosos e preferir gastar seu tempo em apuração de notícias que considera mais relevantes, como o mercado de televisão ou a movimentação de gravadoras musicais.

 

A apresentadora de TV lembra que a apuração séria neste gênero de jornalismo é tão ou mais difícil do que na reportagem econômica, por exemplo. Segundo ela, é mais duro saber quanto Wesley Safadão paga de pensão para sua ex-mulher do que descobrir qual será a nova taxa de juros a ser divulgada pelo Banco Central.

 

Quando um repórter resolve bater de frente, a celebridade não costuma entender como aquilo pode ser possível. Foi o caso de Quentin Tarantino há oito anos quando foi pressionado por um repórter de televisão a respeito da violência contra escravos mostrada no filme "Django Livre".

 

O diretor primeiro disse que recusava a questão. Em seguida, mais irritado, sentenciou "estou aqui para vender meu filme, isso [a entrevista] é um comercial para meu filme, não se engane a respeito disso".

 

Nos últimos tempos, para piorar as coisas, a internet produziu uma nova modalidade de divulgador de informações que, para a maior parte dos leitores, se confunde com os jornalistas. São os youtubers e blogueiros que muitas vezes não têm as noções básicas da profissão.

 

Uma assessora de imprensa de algumas das maiores estrelas do país conta que passa várias horas por semana correndo atrás desses divulgadores para retificar informações que não foram checadas. Muitos deles, ela diz, nem fazem questão de ouvir o outro lado da informação.

 

Segundo a jornalista de TV, a questão é óbvia. Um repórter jamais deve se considerar amigo de um famoso. "Nós somos superdescartáveis", ela diz. "Interessamos aos artistas por nossa posição e, quando substituídos, somos esquecidos."

RBN Digital: Música e informação são terapia para isolamento social

Durante o isolamento necessário para evitar a disseminação do novo coronavírus, precisamos adotar estratégias para passar o tempo e nos manter equilibrados para lidar com esse momento. E ouvir música é umas dicas mais recomendadas por especialistas. Imagine aliar música com informação de qualidade? É isso que a RBN Digital oferece aos ouvintes. A rádio digital do Bahia Notícias é uma opção de companhia durante esses dias de ficar em casa.

 

A RBN Digital completa três anos em maio e é ouvida por mais de 100 mil pessoas por mês. A emissora reúne programação musical sob seleção do DJ Wilson e, a cada hora, um boletim de notícias traz as principais informações do dia, para que os ouvintes acompanhem o que está acontecendo no Brasil e no mundo. A rádio está disponível nas plataformas iOS e Android e também pode ser acompanhada pelo site www.rbndigital.com!

 

Você também pode fazer o download do app na Apple Store (baixe aqui) e na Play Store (baixe aqui).

Gusttavo Lima adquire iate de Roberto Carlos avaliado em R$ 25 milhões
Foto: Montagem / Instagram

Cantor sertanejo com o cachê mais alto em 2019 (relembre aqui), Gusttavo Lima adquiriu um iate que pertencia ao cantor Roberto Carlos. De acordo com o portal Quem, a embarcação de nome Lady Laura IV estava avaliada em R$ 25 milhões e disponível para compra desde agosto de 2019. 

 

Com o nome da mãe de Roberto Carlos, o barco tem 35 metros de comprimento e é do modelo Motor Yacht Falcon 115, com espaço para abrir 12 pessoas, além de cinco cabines  com um banheiro cada. A assessoria do sertanejo confirmou o negócio, mas não informou o valor pago pelo artista. 




Foto: Divulgação

 

Segundo um representante de Roberto, o Lady Laura IV estava a venda, porque o cantor tem outro iate. Sem disponibilidade de tempo, o artista não conseguia usufruir da embarcação e, assim, informou a amigos que colocaria o barco à venda. 

Em época de arraiá, Bell Marques apresenta segunda live em clima junino
Foto: Divulgação

Após a live de estreia que atingiu mais de 5,6 milhões de visualizações, o cantor Bell Marques se prepara para uma segunda apresentação online, desta vez, em clima junino. O arraiá virtual está programado para o próximo sábado (6), a partir das 18 horas, no YouTube (clique aqui). 

 

Conhecido nacionalmente por ser um dos grandes nomes do axé, Bell contou que também dedica parte da carreira ao forró e destacou os projetos já realizados no segmento: "Quem me acompanha sabe do meu carinho pelas festas juninas, por forró e por mestres como Luiz Gonzaga. Tenho quatro álbuns gravados só com músicas de forró, um deles ainda no começo da carreira". 

 

Com o cancelamento das festas juninas por conta da pandemia do novo coronavírus, o baiano uniu a época do ano com a nova rotina, para não deixar de festejar a tradição em 2020. "Além da força econômica, as festas juninas têm um apelo cultural e afetivo muito forte, então, já que não teremos São João esse ano, decidi que essa live seria uma homenagem a esse período que amo", disse. 

'Ao invés de copiar roupa, cabelo, a gente devia copiar atitudes', diz Ingrid Guimarães
Foto: Reprodução / Instagram

A atriz e apresentadora Ingrid Guimarães, 47, seguiu os mesmos passos do seu colega Paulo Gustavo e cedeu sua conta no Instagram para uma pessoa negra. A atitude foi em prol ao combate do racismo e com objetivo de gerar visibilidade ao debate.

"Eu acho que a partir de agora, ao invés de copiar roupa, cabelo, a gente devia copiar atitudes", escreveu a humorista em uma publicação. Paulo Gustavo anunciou na quarta-feira (3) que vai ceder seu perfil para a escritora, ativista e colunista da Folha, Djamila Ribeiro, por um mês (relembre aqui).

Guimarães escolheu o YouTuber negro Spartakus Santiago para trazer conteúdos a sua conta. "Estou abrindo meu Instagram para ele, que eu já entrevistei, acompanho há tempos e aprendo muito", contou a atriz. "Ele está no YouTube há dois anos e meio nos ajudando a entender questões importantes como racismo e LGBTfobia."

"Queria convidar vocês colegas que têm visibilidade a fazerem o mesmo. Cada um faz do seu jeito e como puder", finalizou Ingrid Guimarães. A atitude da artista foi bastante elogiada por internautas e artistas, entre elas Sabrina Santo, Preta Gil e Monica Martelli.

"Vou tentar usar esse espaço pra dar visibilidade a vozes super necessárias do movimento negro que eu admiro muito", contou Spartakus nos comentários da publicação. "Espero que seu público curta esse momento e aproveite ele para se desconstruir."

O influenciador digital e publicitário já possuí 162 mil inscritos em seu canal no YouTube, que tem como objetivo analisar e desconstruir a cultura pop. Spartakus também é apresentador do Canal Futura e colunista do GNT e Mídia Ninja.

Na noite desta quinta (4), o YouTuber fez a primeira live com o roteirista Ale Santos em que o tema em questão foi o genocídio negro e eugenia.

ASSUNTO DO MOMENTO
Os protestos e manifestações contra o racismo eclodiram após a morte de George Floyd, um ex-segurança negro que foi brutalmente assassinado em praça pública em Minneapolis (EUA) pelo policial Derek Chauvin. O rapaz morreu por "asfixia mecânica" após ter seu pescoço prensado contra o asfalto por cerca de sete minutos.

Ao menos 70 cidades do país ficaram em chamas por protestantes que pedem o fim da violência policial e o racismo estrutural. A partir de então, a hashtag #BlackLiveMatters (em português "vidas negras importam"), tomou conta da internet. Artistas, celebridades, autoridades, e internautas ao redor do mundo deram atenção ao debate.

 Ara Ketu lança álbum com sucessos da carreira e regravação de 'Telegrama'; ouça
Foto: Divulgação

A banda Ara Ketu, que completa 40 anos em 2020, lançou nesta sexta-feira (5) o álbum “Ara Ketu em Casa – Vol. 1” nas plataformas digitais. O projeto conta com sucessos antigos, como “Mal Acostumado”, “Pipoca” e “Carta Branca”.  Completando dois anos como vocalista do Ara, Dan Miranda também gravou “Telegrama”, do Zeca Baleiro. 

 

“O lançamento acontece justamente quando completo dois anos de casa. Estou muito feliz em ser o cantor de uma banda que eu já era fã. Pensamos em um álbum para as pessoas curtirem em casa, respeitando o distanciamento social”, disse Dan Miranda. 

 

Entre as dez faixas escolhidas pelo cantor, também estão “Pra Levantar Poeira”, gravada durante a primeira live do Ara Ketu, e “O Som do Ara”, composição do próprio Dan. “Misturamos grandes sucessos dos 40 anos com novas músicas. Pude escrever uma canção em homenagem ao Ara Ketu, que é ‘O Som do Ara’, incluímos ‘Amor de Qualidade’, que é uma baladinha romântica. Acho que a galera vai curtir”, completou o vocalista. 

 

A banda também está lançando registros audiovisuais em seu canal oficial no YouTube. Os vídeos de “Mal Acostumado” e “Pipoca” já estão disponíveis. Nesta sexta-feira (5), haverá o lançamento do vídeo de “Ara Ketu bom Demais” no canal. Confira o projeto aqui.  

Ex-BBB Íris Stefanelli é condenada a pagar multa por faltar audiência de conciliação 
Foto: Reprodução / Instagram

A ex-BBB e apresentadora Iris Stefanelli foi condenada a pagar multa de R$ 2 mil ao Judiciário por ter faltado a uma audiência de conciliação. Ela tentou desmarcar o evento, com o consentimento da parte contrária, na própria data marcada, sem respeitar os dez dias de antecedência estabelecidos no Código de Processo Civil (CPC). 

 

A 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) manteve a decisão liminar da 2ª Vara Cível de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Por se tratar de um agravo de instrumento, a determinação está sujeita a recurso. 
 

A celebridade foi acusada de difamar um estabelecimento veterinário, nas redes sociais e na mídia, por conta da morte de sua cadela de estimação no local. A clínica alega que prestou todo o atendimento ao animal, porém, por motivos alheios à atuação de sua equipe médica, ela não sobreviveu. No dia da audiência de conciliação entre as partes, a ex-BBB avisou que, por residir atualmente na cidade de São Paulo, não poderia comparecer ao encontro. 

 
SENTENÇA 

Para o juiz Carlos José Cordeiro, o não comparecimento da parte à audiência conciliatória é passível de compensação financeira, uma vez que o pedido de dispensa da audiência deve ser feito com 10 dias de antecedência da data designada para a tentativa de acordo. 

 

À parte que não comparecer nem justificar sua ausência, o magistrado pode aplicar multa de até 2% do valor da causa, revertida em favor do Estado. A ex-BBB recorreu, pedindo a retirada da multa por ter justificado devidamente o não comparecimento. 

 
DECISÃO 

A relatora do recurso, desembargadora Cláudia Maia, rejeitou o pedido sob a alegação de que o representante legal da celebridade foi intimado, via Processo Judicial eletrônico (PJe), com mais de 30 dias de antecedência. 

 

Segundo a magistrada, até a véspera da realização da audiência, nada foi apresentado. "A envolvida e sua defesa tiveram mais de 20 dias legais para manifestar o desinteresse na conciliação, mas não o fizeram", concluiu. 

 

Por fim, a relatora explicou que a multa é fixada de acordo com o valor atribuído à causa, que, no caso, é de R$ 100 mil. Acompanharam o voto da relatora os desembargadores Estevão Lucchesi e Marco Aurélio Ferenzini. 

Fátima Bernardes chora ao ouvir desabafo da mãe do menino Miguel; confira  
Foto: Reprodução / Instagram

Durante o "Encontro" desta sexta-feira (5), a jornalista Fátima Bernardes recebeu - através de chamada de vídeo - dona Mirtes Renata de Souza, que perdeu o filho Miguel Otávio Santana da Silva , de 5 anos, após ele cair do 9º andar de um prédio em Recife, Pernambuco (saiba mais aqui). 

 

Durante a entrevista, Mirtes contou em detalhes o que aconteceu no dia da morte do filho e culpa a patroa, Sarí Corte Real, por ter deixado o menino pegar o elevador sozinho. No momento do acidente, a mãe de Miguel passeava com cachorro dos patrões e quando voltou encontrou o filho morto no chão. 

  

A jornalista reforçou que uma criança nesta idade não tem condições de andar sozinha em um elevador e que cabia a Sarí a responsabilidade pela criança naquele momento. Confira o momento em que Fátima se emocionou ao ouvir falar como era o pequeno Miguel. Confira aqui

Sexta, 05 de Junho de 2020 - 13:05

Curtas e venenosas

por Natália Comte

Curtas e venenosas

*Queria saber: o que apresentador de programa policial na Bahia tanto faz para pegar Covid-19?;  

 

*O vírus vai correndo para eles ou são eles que vivem correndo pelas ruas? Vejam bem que não estou falando dos repórteres, que, por conta da profissão, estão mais expostos. Estou falando dos apresentadores, os “isolados” nos estúdios; 

 

*Pelo menos, seria o gancho para Jessica Smetak, que não sabe se apoia o isolamento social ou se pede para liberar. Todo dia ela apresenta uma ideia nova; 

 

*Smetak virou praticamente uma integrante da OMS. Acho que deve estar contribuindo diretamente na pesquisa da vacina contra a Covid-19; 

 

*Só sei que nisso tudo já recomendo ao velho Casemiro Neto fazer o teste. A gente sabe que ele está no grupo de risco pela idade. É bom se prevenir e se cuidar; 

 

*Menina, estava vendo o Bahia Meio DiaJel Senra mudou completamente o discurso com a polícia. Quase não lembra em nada aquela antiga da Record; 

 

*Mas outra coisa que precisa mudar é a maquiadora da TV Bahia. Antes era o pessoal do figurino, que não gosta de Jel Senra, agora é a galera do reboco facial; 

*Acho que o excesso de corretivo na região dos olhos deve ser para dar conta da avalanche de notícias ruins dos últimos dias. Inclusive, achei admirável a TV ceder 10 minutos de um jornal diário para trazer mais profundamente a pauta do racismo; 

 

*Provavelmente, seguiu perdendo em audiência, mas mostrou diferencial jornalístico e social. Ponto positivo; 

 

*E atitudes assim são mais importantes do que post de professora de jornalismo que causa na internet, mas volta e meia é apontada como alguém que difere seus alunos por recorte social e racial; 

 

*Só sei que vejo muita gente dizendo que não tem “lugar de fala” sobre pautas raciais. Primeiro, percebemos um esvaziamento do termo, o que demonstra uma ignorância generalizada. E, depois, não custa lembrar que racismo é um problema que nós brancos temos que resolver; 

 

*Com todo seu carisma e fãs, Xuxa adere a campanha contra Bolsonaro. Com todo seu carisma e fãs, Ivetinha segue na sua; 

 

*Mas vem progredindo, se posicionando contra outras questões sociais. Só precisa organizar melhor as ideias no texto. O último está um pouco difícil de entender; 

 

*Deve ter sido a prioridade no aniversário do Mozão essa semana. Isso emociona e fecha os horizontes para outros assuntos; 

 

*O Gigante parece estar sem muito o que fazer na quarentena. Sozinho, sem palco, resta mesmo procurar divertir os fãs. Até porque, circo que perde o palhaço corre atrás da própria palhaçada; 

 

*Mas vendo seus vídeos de dublagem, já fica aqui uma sugestão caso canse da vida de cantor: humorista de A Praça é Nossa. Sucesso garantido; 

 

*Falando em Léo, Marcelo DuWet bateu papo com o Gordinho de Holofote essa semana e achei ele bem otimista para o futuro musical. Empresário de verdade é assim. Traça um objetivo e vai atrás; 

 

*Óbvio que pensar em shows e aglomerações nesse cenário de pandemia parece absurdo, mas vi alguém buscando defender seus negócios e encontrando alternativas para lidar com os problemas; 

 

*E outra, apesar de sabermos que o Axé aqui não rende mais tanto, as festas e o entretenimento de uma forma geral são responsáveis por grande fatia da economia do Brasil. Tem que pensar mesmo; 

 

*Só não pode dar a doída de colocar a economia na frente da vida humana. Estamos falando de histórias e não de números

 

*O Soberano, por exemplo, está sentindo a pressão do setor econômico e já começou a afrouxar as medidas, mesmo depois de Salvador nem ter tido um isolamento tão eficaz; 

 

*Queria saber se Bagaceira anda bem, porque ser passada pela Caneta Azul em números na live não é para qualquer artista, não; 

 

*Mas esses números baixos dos artistas daqui só refletem o que já falo aqui há anos: não souberam se adaptar aos meios digitais; 

 

*Além disso, não sabemos se essa audiência do Caneta Azul foi orgânica; 

 

*Bell, Bell, well, well... Cada vez que surge um mais um babado entre os irmãos, fico perplexa. Pra quem esbanja serenidade, coisa boa não aconteceu nesse racha; 

 

*Seria uma edição histórica do “Casos de Família” revelando todos os pormenores do racha da família Marques; 

 

*Vou sugerir a Alexinho Lopes fazer uma local com isso. O que acham?; 

 

*Pois assim ele diversifica esse conteúdo, que só se resume a lives dos mesmos artistas que iam no programa, e ainda traz um diferencial para a TV Aratu

 

*Toda semana Xanddynho tem estampado os veículos por problemas com dinheiro; 

 

*Um dia é o suposto calote em casa de Lauro de Freitas, no outro é dívida de IPTU; 

 

*Será que aprendeu com Anitta a se manter na mídia, mesmo que seja com problemas pessoais?; 

 

*Daqui a pouco começa a vazar áudios também; 

 

*Devinho anda tão desaplaudido que só ressurge quando é polêmica por violência doméstica. Realmente, as pessoas precisam escolher melhor seus “ídolos”;  

 

Saiba quem são as personalidades citadas aqui:


Gigante                             Léo Santana
Marcelo DuWet                 Marcelo Britto
Gordinho de Holofote       Júnior Moreira Bordalo
Soberano                         ACM Neto
Bagaceira                       Claudia Leitte

 

* Mandem sugestões de curtas para o Sabe o que eu acho? Ou me procurem no Facebook: Natália Comte. Para os desesperados, tem a opção de falar comigo pelo e-mail nataliacomte@bahianoticias.com.br

App do Bahia Notícias ajuda a manter leitores bem informados sobre crise do coronavírus

Em meio a um bombardeio de informações, identificar uma fonte confiável não é uma tarefa fácil, correto? Por isso, o Bahia Notícias reforça o cuidado na apuração e checagem das notícias para manter os leitores bem informados sobre a crise do novo coronavírus. A equipe de repórteres está totalmente voltada para acompanhar o dia a dia da população, os boletins oficiais das autoridades públicas e as medidas para conter a disseminação da Covid-19.

 

Além do próprio site e das redes sociais, o app do Bahia Notícias é uma opção para os usuários de smartphone. O aplicativo está disponível para iOS e para Android e pode ser encontrado facilmente nas lojas dos sistemas operacionais. É gratuito e não possui qualquer restrição para a leitura – todo o conteúdo é aberto ao público.

 

Para baixar o aplicativo, basta clicar aqui para Android e aqui para IOS.

'De surpresa', Globo decide encerrar contrato com Miguel Falabella após quase 40 anos 
Foto: Reprodução / Globo

O ator, roteirista e diretor Miguel Falabella foi surpreendido com uma decisão da Rede Globo. Na empresa desde 1981, ele foi avisado nesta quinta-feira (4) que não terá seu contrato renovado.  

  

Na platinada, Falabella fez sucesso no comando do "Vídeo Show", como Caco Antibes em "Sai de Baixo", além de ser o responsável por novelas e séries, como "Toma lá, dá cá" e "Pé na cova". "Foram quase 40 anos, toda uma vida. Mas é vida que segue", disse. As informações da colunista Patrícia Kogut. 

Sexta, 05 de Junho de 2020 - 10:00

Em live com Fabio Assunção, Cauã Reymond diz que pensou em 'abandonar a vida pública'

por Júnior Moreira Bordalo

Em live com Fabio Assunção, Cauã Reymond diz que pensou em 'abandonar a vida pública'
Foto: Reprodução / Instagram

Os atores Cauã Reymond e Fabio Assunção fizeram uma live no Instagram na noite desta quinta-feira (4) e relembraram a decisão de Ana Paula Arósio de abandonar a carreira artística. O ex-marido de Grazi Massafera então confessou que já sentiu essa vontade algumas vezes. "Vou sumir, vou para algum lugar, vou abandonar a vida pública e se me der vontade eu volto e faço um trabalho como ator e tal", cogitou. 

 

Ao questionar se Assunção já passou por isso, ouviu: "Nunca tive vontade de parar. A imprensa que lida com os atores de televisão poderia ser mais gentil e menos invasiva, porque é uma loucura. Não tenho mais idade para paparazzi. Sou só isso, ator. Vou lá, faço meu trabalho e vou embora. Mas essa exposição não arranha minha paixão de ser ator", admitiu. No ar na reprise de "Totalmente Demais", o veterano disse que quer dirigir mais peças. "É tão linda a profissão e esse ruído de ficar preocupado se tem alguém vendo ou não, é ruim. Faço análise há 28 anos e não consigo resolver essa questão", argumentou. 

Sexta, 05 de Junho de 2020 - 09:00

SBT colocará 'Chiquititas' para substituir 'As Aventuras de Poliana'

por Folhapress

SBT colocará 'Chiquititas' para substituir 'As Aventuras de Poliana'
Foto: Reprodução / SBT

A primeira fase da novela infantojuvenil "As Aventuras de Poliana", do SBT, chega ao fim no próximo dia 6 de julho. Ela será substituída pela reprise de "Chiquititas", que volta ao ar a partir do dia 29 de junho. Por uma semana, as duas produções vão dividir a mesma faixa de exibição. A informação foi divulgada pelo jornalista Flávio Ricco no Twitter e confirmada à reportagem pelo SBT.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, as gravações da segunda fase de "Poliana" foram suspensas. A nova etapa da trama, escrita por Iris Abravanel, só irá ao ar em 2021.

Atores e atrizes já passaram por reformulações no visual para que aparentem ter idade mais avançada. A ideia de Iris Abravanel é que na segunda fase a história dê um salto no tempo e a adolescência dos personagens seja mostrada. Esta será a terceira vez que "Chiquititas" será reprisada. A versão mais nova se estendeu entre julho de 2013 e agosto de 2015. Depois, a empresa passou novamente entre setembro de 2016 e janeiro de 2019.

Neymar chama namorado da mãe de 'viadinho' e amigos sugerem agredi-lo com vassoura 
Foto: Reprodução / Instagram

A briga envolvendo dona Nadine, mãe de Neymar, e o namorado, o modelo Tiago Ramos, nesta semana (veja aqui) ganhou mais um capítulo na noite desta quinta-feira (4). Em uma conversa com os amigos, durante uma transmissão privada da Twitch, uma plataforma de jogos online, o jogador xingou o padrasto e revelou que a matriarca mentiu para a família.

 

O jogador conta que uma das versões é de que o modelo teria dado um soco em um vidro da varanda. A outra é de que ele teria tropeçado na escada, mas a história foi questionada por causa da distância entre a escada e o vidro citado.

  

No áudio vazado e divulgado pelo Metrópoles, ele chama o modelo de “viadinho” e diz que ele “dá o cu do caralho”. Já os amigos sugerem que como castigo deveriam colocar cabo de vassoura no ânus do namorado de Nadine. "Se precisar de alguma coisa, avisa aqui. Não, não é matar não, pô. Vamos só tirar uma onda com ele", diz um dos "parças".  

  

No papo, o atleta mostrou preocupação com a mãe, afirmou que ela estava bem e que ele havia pedido para o amigo Cristian Guedes ir até o apartamento para ver como as coisas tinham ficado. Confira: 

Namorado da mãe de Neymar ameaçou se matar após consumo de bebida, dizem fontes
Foto: Reprodução / Instagram

Duas fontes próximas a Tiago Ramos e Nadine Gonçalves, mãe do jogador Neymar, revelaram que o modelo teve um surto após consumo de bebida alcóolica. De acordo com o portal Extra, durante a confusão ocorrida na noite da terça-feira (2) (relembre aqui), Ramos quebrou o próprio celular, deu um murro em um móvel envidraçado e ameaçou se matar. 

 

Nadine não teria sido agredida pelo companheiro, mas ficou aos prantos ao mesmo tempo que tentava acalmar Tiago. O comportamento alterado do rapaz foi confirmado por dois amigos, que não tiveram a identidade revelada. Segundo eles, além de tentar cometer suicídio, Tiago fica agressivo sempre quando está sob efeito do álcool. 

 

"Quando ele bebe, ele é louco, quebra tudo e já tentou se matar várias vezes. Ele é psicopata no ciúme. Louco mesmo, de tentar se matar, quebrar a casa toda", comentou uma fonte. "Ele se descontrola muito quando bebe, surta e tenta se matar. Toda vez que ele bebe, ele faz isso. Ele não pode beber", disse outra pessoa próxima. 

 

Ao quebrar o móvel de vidro, Tiago acabou se cortando. Com uma ferida de 5 centímetros no braço direito, ele foi levado para a Santa Casa de Santos. No hospital, ele precisou levar 12 pontos para fechar o ferimento (relembre aqui). 

Globo decide reexibir 'Em Pauta' com jornalistas negros no 'Globo Repórter'
Foto: Reprodução / GloboNews

Por meio de um comunicado divulgado nesta quinta-feira (4), a Rede Globo informou que irá reexibir, desta vez na TV aberta, o programa “Em Pauta”, da GloboNews, que foi ao ar na noite da quarta-feira (3). O programa contou com 100% da equipe de jornalistas formada por profissionais negros (relembre aqui

 

A edição do noticiário teve como pauta o racismo e os debatedores discutiram, principalmente, sobre os últimos acontecimentos envolvendo a morte de negros por policiais, como o caso do americano George Floyd e as consequentes manifestações. Para a Globo, levar a edição especial para a TV aberta é uma forma de “ampliar o alcance do debate” sobre o assunto.

 

Segundo o site Metrópoles, a reprise da edição do “Em Pauta” vai acontecer na próxima sexta-feira (6), no “Globo Repórter”. A programação da atração foi alterada de última hora e contará com a participação da jornalista e co-apresentadora Glória Maria, que está afastada até então das funções em recuperação de uma cirurgia. 

 

A edição histórica do “Em Pauta”, que é apresentado por Heraldo Pereira, contou com as jornalistas Maju Coutinho, Aline Midlej, Lilian Ribeiro, Zileide Silva e Flávia Oliveira. A participação de profissionais, com lugares de fala sobre o racismo, aconteceu depois de fortes críticas de internautas sobre uma edição anterior da atração. Na ocasião, o assunto também era o racismo, mas somente jornalistas brancos participaram do debate.  

 

“A iniciativa do programa especial foi tomada depois que viralizou uma imagem do painel de jornalistas do ‘Em Pauta’ com a frase: ‘Rapaziada, a pauta era o racismo’. O programa entendeu o recado e convidou profissionais do mais alto gabarito para discutir um tema que eles conhecem muito bem, porque o enfrentam em suas vidas. Assim, o ‘Em Pauta’ teve o comando de Heraldo Pereira, com participações de Maria Julia Coutinho, Aline Midlej, Zileide Silva, Flávia Oliveira e Lilia Ribeiro”, informou o comunicado. 

Repórter da Globo, Manoel Soares relata truculência de policiais em abordagem
Foto: Reprodução / Instagram

Em uma entrevista por videochamada no “Encontro”, desta quinta-feira (4), o repórter da atração, o baiano Manoel Soares, relatou ter passado há poucos dias por uma abordagem policial truculenta. Segundo ele, o ato sucedeu de tal forma justificada pelo seu porte físico e, logo que foi parado pelos policiais, sentiu medo de sofrer algo. 

 

"Eu, por exemplo, essa semana fui parado pela polícia. Quando eu saí do carro, o policial viu que eu era grande, ele teve uma postura um pouco mais agressiva. Inclusive, foi incentivado pelos seus colegas de trabalho a me algemar porque eu era muito grande”, relembrou Soares. 

 

De acordo com o Notícias da TV, durante a discussão sobre racismo, que também contava com Rafael Zulu, Maíra Azevedo e Valéria Almeida, Manoel contou a Fátima Bernardes que a abordagem poderia ter sido ainda mais agressiva se o filho, de 18 anos, estivesse em seu lugar. 

 

Pensando, inclusive, na forma como os mais jovens iriam lidar com a situação, o repórter revelou que um dos desafios de criar os filhos numa sociedade racista é fazer com que eles aprendam como se portar diante de uma abordagem policial. 

 

"Primeira coisa que eu tive que fazer... A gente faz isso há um bom tempo, mas ensinar meu filho a tomar uma geral da polícia. É horrível fazer isso. Você tem um filho lindo, Fátima, não sei se em algum momento da sua vida, você teve que chegar no seu filho quando ele tinha nove anos de idade, encostá-lo na parede como se você fosse um policial e simular uma abordagem", comentou. 

 

Para ele, quanto mais escura a pele, “mais você precisa ensinar o seu filho, na hora que estiver recebendo a abordagem policial, a manter as mãos em local visível, falar sempre ‘sim senhor’ e evitar poses que transmitam arrogância”. 

 

"Criar um filho com confiança, que ele tenha acesso a direitos, pra quem é negro no Brasil passa por uma outra esfera que é ter que ensinar o seu filho que precisa ter cuidado. Porque mesmo não tendo nada de errado, mesmo estando certo, ele pode morrer", completou. 

Após acusação de modelo negra, Livinho pede desculpas e diz que luta contra racismo
Foto: Reprodução / Instagram

O cantor Livinho, 25, divulgou uma nota, na tarde desta quarta-feira (3), em que pede desculpas à modelo Raielli Leon, que o acusou de racismo durante a gravação de um clipe em 2017. Segundo o comunicado, ele já havia se desculpado pessoalmente com ela na ocasião e, novamente, na noite desta terça (2).


"Lembramos que Livinho representa o funk, que faz parte do movimento negro do Brasil e luta junto conta o racismo", afirmou o músico na nota, ressaltando que "o assunto não será mais explorado pelo artista ou sua equipe".

Raielli comentou o pedido de desculpas do cantor, em suas redes sociais, e afirmou que o único jeito de resolver isso é na Justiça. "Que a justiça seja feita realmente. Nós podemos resolver isso da melhor forma, desde que você pague pelo que você fez e as pessoas saibam o que você fez de verdade", afirmou ela.

"Acho um absurdo, depois de toda a opressão que eu passei, hoje, alguém levantar a bandeirinha 'vidas negras importam'. E só porque estou postando stories, estou contando o que aconteceu, e só porque hoje tive coragem de falar, vem me mandar mensagem e pedir desculpas perguntando como podemos resolver isso."

A polêmica envolvendo Raielli e Livinho teve início nesta terça, após a modelo se irritar com uma publicação dele contra o racismo. Ela então contou em suas redes sociais um episódio em que o músico teria feito brincadeiras e comentários racistas durante a gravação de um clipe, em 2017.

"Eu acho um absurdo vocês se apropriarem dessa causa como se fosse apenas um tag qualquer, como se vocês tivessem um pingo de empatia, depois de tudo que vocês vem me causando", escreveu ela, que também acusou o produtor musical Rodrigo GR6, e afirmou não ter mais medo de possíveis ameaças que teria sofrido.

Em seus Stories, Raielli contou detalhes sobre a gravação do clipe em que teriam ocorrido os comentários do músico: "Ele começou a fazer dancinhas obscenas, virado para o meu lado, pegando no saco, como se estivesse 'sarrando'. Nem falou comigo o clipe inteiro e do nada fazendo essas brincadeiras.

Ela também disse que Livinho fez comentários racistas sobre seu cabelo. "Ele tirou o celular do bolso, colocou no meu cabelo, puxou e falou: 'Você roubou meu celular, cabelo!'. Eu já incomodada, tirei a mão dele (...) Ele pôs a mão no meu cabelo de novo e falou que estava espetando. E eu inconformada, mandando ele parar."

Na noite de terça, Livinho já tinha comentado o ocorrido numa live. "Eu já pedi desculpa no primeiro momento. Teve a brincadeira, sim, me retratei na hora, ela não aceitou. Não falei nada além. Ela está levantando coisas sobre mim que eu não falei, me transformando numa pessoa que eu não sou."

"Quer dar fama pra mina, dá fama pra mina. Mas porque ela não está levantando a bandeira do movimento dela, está jogando uma situação que já foi resolvida? Só me responde isso, mano", disse ele, que reafirmou ser contra racismo e preconceito, dizendo inclusive que também já foi vítima.

Forrá da OAB de Valença será por Live no Youtube com Del Feliz para arrecadar alimentos
Foto: Divulgação

A subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Valença, no baixo-sul da Bahia, promoverá o Forró da OAB Valença deste ano através de uma Live no Youtube, nesta sexta-feira (5), às 19h. O show será realizado pelos cantores Del Feliz, Pirilampo e Lucinho Mendes. O objetivo é arrecadar alimentos e valores para quem mais precisa.  

 

O Forró da OAB Valença é o evento junino mais tradicional entre as subseções da OAB no interior do estado e já integra o calendário festivo do município do Litoral Sul, sendo realizado sempre na primeira sexta-feira de junho. Este ano, em sua 20ª edição, o evento muda de formato para manter os cuidados sanitários durante a pandemia de Covid-19, mas continua com seu propósito humanitário, arrecadando valores e alimentos para comunidades carentes da região. Os cantores Del Feliz e Lucinho Mendes e a banda Pirilampo doaram seus cachês para a iniciativa, que é inteiramente custeada por empresas patrocinadoras. 

Preta Gil relembra irmão morto em acidente durante homenagem para Flora  
Foto: Reprodução / Instagram

A cantora Preta Gil usou suas redes sociais nesta quarta-feira (3) para homenagear a madrasta, Flora Gil, pelos 60 anos completados na última terça-feira (2). Para isso, a filha de Gilberto Gil postou uma foto antiga ao lado da esposa de seu pai; de sua mãe, Sandra Gadelha; e dos irmãos, entre eles Pedro, que morreu em 1990 após um acidente de carro.   

 

Por meio da legenda da publicação, Preta contou detalhes a respeito da escolha da lembrança. "Ontem foi aniversário dela Flora Gil e escolhi essa foto de 1988 quando Pedro ainda estava com a gente! Flora sempre foi mãe de todos nós, minha grande amiga e comadre!!! Você é essa árvore frondosa de força e frutos lindos, te amo imensamente e só te desejo saúde e paz e que nossa família fique cada dia mais unida!!", declarou. Veja: 

Nos comentários vários recados de famosos e anônimos foram depositados. "Ah... Pedrinho...?? Essa foto tem 32 anos e eu consigo sentir a voz, o sorriso dele, aqui! Agora! Que saudade da gente dançando nas festas... trocando as músicas novas um com outro!!!! Me deu um troço de saudade do seu irmão lindo e querido", postou Regina Casé, por exemplo.  

Após recurso da prefeitura, TJ-BA determina que Xanddy pague dívida de R$ 19 mil de IPTU
Foto: Divulgação

Através da Quinta Câmara Cível, o segundo grau do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) determinou que o cantor Xanddy, vocalista da banda Harmonia do Samba, pague uma dívida de R$ 19.075, 41, referente ao exercício de 2011 do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). O processo foi aberto em 2013.  

  

Na sessão presidida pelo desembargador Raimundo Sérgio Sales Cafezeiro ficou acordado que é nula a setença de primeiro grau assinada pelo juiz Eduardo Carvaljo, da 10ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, em que foi determinada a extinção da cobrança, sob alegação do tempo passado.  

  

No recurso, a Prefeitura alegou que se surpreendeu com a sentença de primeiro grau, uma vez que o processo estava suspenso após acordo de parcelamento firmado entre as partes. No entanto, segundo o Município, a paralisação do curso da ação se deu para que se aguardasse a comprovação dos pagamentos das parcelas fixadas, o que não aconteceu. Desta forma, o recurso questiona a retomada do processo com a posterior alegação de prescrição do débito.  

  

Em nota, a assessoria do baiano, através de seus advogados, informou que o "não pagamento do tributo está relacionado ao aumento desproporcional do imposto, praticado pela Prefeitura".  

  

"A majoração excessiva do IPTU é fato público e notório na cidade de Salvador-BA. Não foi apenas o nosso cliente que discordou da cobrança indevida, mas diversos outros contribuintes, inclusive moradores da mesma localidade, ingressaram com ações na justiça pleiteando a revisão do imposto e a declaração da inconstitucionalidade do aumento”. As informações são do Bahia no Ar. Vale dizer que Xanddy está travando na Justiça outra briga pela dívida de R$ 3 milhões de um imóvel adquirido em Lauro de Freitas (veja aqui). 

Inquérito sobre suposto estupro cometido por Felipe Prior deve ter desfecho até julho
Foto: Reprodução / Globo

Responsável pelo inquérito que investiga acusações de estupro e tentativa de estupro de três mulheres contra o arquiteto Felipe Prior (veja aqui), a delegada Maria Valéria Pereira Novaes afirma que as apurações estão na reta final. Ela explica que o caso ficou moroso devido à pandemia do novo coronavírus e à antecipação dos feriados em São Paulo.

"Tivemos que parar [a apuração], porque as pessoas não podem vir à delegacia. Acredito que -por mais vontade que eu tenha de terminar esse inquérito- nós ainda vamos demorar um pouquinho. Não estamos procrastinando, mas pelo fato de termos que ouvir as testemunhas do suposto autor, vamos nos adequar à possibilidade de eles virem, já que alguns são de São Paulo, mas outros não", diz Novaes. "No máximo, até o meio de junho já tenha ouvido a todos e siga para o Ministério Público."

O caso de abuso sexual envolvendo o ex-BBB Felipe Prior completa dois meses nesta semana. Os crimes teriam acontecido entre 2014 e 2018, e foram revelados pela revista Marie Claire e confirmados pela reportagem. Por meio dos seus advogados e por seu Instagram, Prior negou as acusações.

O inquérito foi instaurado pelo Ministério Público na 1ª Delegacia da Defesa da Mulher no Cambuci, região central de São Paulo, na primeira semana de abril. Desde então, a polícia judiciária investiga o caso. Todas as três vítimas que acusaram Prior inicialmente, além das testemunhas das vítimas foram ouvidas. Das sete testemunhas de defesa do arquiteto, apenas três foram depor.

A delegada Maria Valéria Pereira Novaes é a única pessoa à frente do caso, e que media os depoimentos dos envolvidos e de suas respectivas testemunhas. Todas as oitivas também são acompanhadas por duas promotoras e uma escrivã.

Concluído o inquérito, ele é encaminhado para o Ministério Público, e o juiz designado pode acatar ou não a denúncia, o que segundo Novaes, deve acontecer de maneira mais célere. "A hora em que eu terminar o relatório -que eu acredito ser antes de julho-, já em julho, ou agosto, eu acho que haverá uma decisão do Ministério Público. Acho que isso tem que ser resolvido o quanto antes, porque as pessoas sofrem. As vítimas, o acusado e as famílias dos dois lados", diz.

"O inquérito serve justamente para isso: investigar os fatos e fazer o levantamento de provas, com todas as testemunhas. É um caso delicado, então precisa ser uma coisa cuidadosa, porque é um crime muito grave e existem pessoas envolvidas -tanto da parte das supostas vítimas, quanto do suposto autor. Temos que fazer um trabalho minucioso para que não haja dúvidas no inquérito", acrescenta.

"Diz respeito à vida de uma pessoa, e à possibilidade de ela ser presa. Em caso de violência real, mesmo passado tanto tempo, ele pode ser condenado. Nós temos que ter certeza absoluta, seguir uma linha de muita legalidade, sem levar para o lado emocional. Mas as testemunhas estão nos dando os subsídios que precisamos", completa.

No meio do percurso da investigação, uma nova suposta vítima apareceu acusando Prior de estupro. Apesar de não ter sido ouvida -a vítima mora fora no Brasil-, sua alegação foi anexada ao inquérito para conhecimento da Justiça. Assim como as outras três vítimas, que tem os nomes protegidos por lei e não podem ser revelados. "Se eles tiverem interesse em intimar essa pessoa, que ela venha ao Brasil ou algo assim, cabe à Justiça. Para mim, são três vítimas apenas", diz Novaes.

ENTENDA O CASO
O arquiteto e ex-BBB Felipe Prior é acusado de estupro e tentativa de estupro por três mulheres. Os crimes teriam acontecido entre 2014 e 2018 e foram noticiados pela revista Marie Claire. Os relatos dos supostos crimes foram confirmados à reportagem pela advogada Juliana de Almeida Valente, que representa as vítimas.

Prior negou as acusações. Ele disse ser inocente e afirmou que jamais cometeu violência sexual. "Estou muito chateado mesmo. Desconheço os fatos apresentados, nunca cometi nenhuma violência sexual contra ninguém. Sou inocente. O que me deixa mais chateado é saber que depois que eu entrei na casa [BBB 20] as pessoas apresentaram uma denúncia pesada contra mim"

Segundo a advogada Juliana, os três crimes teriam acontecido após festas dos jogos universitários InterFAU, que são realizados anualmente e reúnem alunos de várias faculdades de arquitetura de urbanismo do Estado de São Paulo. As três mulheres não teriam registrado boletim de ocorrência na ocasião por vergonha e medo.

Uma das vítimas afirma, segundo a advogada, que estava com uma amiga, em uma festa de comemoração dos jogos universitários na cidade de São Paulo, quando pegou carona com Prior. Ela conta que, depois de deixarem a amiga em casa, ele teria encostado o carro em uma rua escura e teria ido para cima dela, que estava embriagada.

Prior teria puxado a jovem para o banco de trás e teria forçado a relação sexual de forma violenta e incisiva, apesar de ela dizer não. A violência teria provocado um ferimento na região vaginal da vítima, o que teria levado a um grande sangramento. Ele então teria parado e se oferecido para levá-la ao hospital, o que ela teria recusado.

A jovem teria ido posteriormente ao pronto-socorro, onde teria sido questionada sobre um possível abuso sexual, mas ela teria se recusado a falar sobre o ocorrido por vergonha. Segundo a advogada, ela ficou uma semana de cama e posteriormente teve abalo emocional, crise de pânico e dificuldade em relacionamentos.

Outro caso teria ocorrido na cidade de Biritiba Mirim, interior paulista, durante o InterFAU 2016. Segundo a Marie Clare, ela acompanhou Prior até sua barraca de camping, mas teria desistido da relação sexual por não ter camisinha. Ele então teria tentado força-la e impedi-la de deixar o local, mas ela teria conseguido se desvencilhar.

Valente afirmou que a vítima resolveu procurá-la apenas depois do início do Big Brother Brasil 20, após um tuíte apontar casos de assédio e abuso relacionados a Prior. O post acabou sendo apagado pela autora, mas a partir daí a jovem encontrou as outras duas vítimas.

O caso mais recente teria acontecido em 2018, também no InterFAU, em Itapetininga. Ainda de acordo com a revista, ela também teria aceitado ir até à barraca de camping do arquiteto e teria tido relações sexuais com ele, mas em certa altura ele teria passado a ser agressivo e ela falou que não queria mais, mas ele não teria parado.

O InterFAU afirmou, em nota, que Prior não poderia ingressar e tampouco participar das atividades do evento desde outubro de 2018, justamente por causa de denúncias envolvendo-o em casos de assédio "além de uma acusação de crime sexual durante o InterFAU de 2018".

A advogada das três vítimas encaminhou uma notícia-crime à Justiça. Segundo ela, o caso poderá dar origem a um ou mais inquéritos, a depender da decisão do Ministério Público. A partir daí, as denúncias serão apuradas e poderão levar Prior à julgamento. Ela disse ainda que recebeu notícias de que existiriam mais relatos de vítimas, apesar de nenhum caso ter chegado diretamente a ela. Um pedido de medida protetiva chegou a ser feito, mas foi negado pela juíza Patrícia Álvares Cruz, do Foro Criminal da Barra Funda em São Paulo.

Live arrecada 3,5 toneladas de alimentos para profissionais de eventos de Salvador
Foto: Divulgação

Através das lives Dj Fabão no último sábado (30) e Forró dos Vizin no domingo (31), o projeto social #inspiresolidariedade arrecadou 3,5 toneladas de alimentos que serão entregues nessa quarta-feira (3) a trabalhadores do mercado de eventos em Salvador. Outra transmissão destinada aos freelancers e profissionais desse setor está programada para acontecer no dia 13, sábado, sob comando do publicitário Adriano Vitória.

 

O calendário de lives beneficentes teve início ainda no mês de abril, sendo responsável por arrecadar mais de uma tonelada e meia de alimentos ao Núcleo Assistencial para Pessoas com Câncer—NASPEC. Segundo o empresário Carlos Lopes, o calendário de lives é uma iniciativa para chamar a atenção para um público negligenciado na pandemia, mas que segue impactado pela crise nas atividades do setor. 

 

Entre os profissionais e freelancers de eventos desassistidos pela crise do coronavírus, se encontram: garçons, músicos, seguranças, recepcionistas, manobristas, cozinheiros, auxiliar técnico (luz, som, cabos, vídeos, instalações), animadores, cerimonialistas, designers, equipes de limpeza, floristas, estilistas, cerimonialistas, fotógrafos, DJ’s, entre outros serviços setorizados.  

Quinta, 04 de Junho de 2020 - 10:00

Vestido com colete à prova de balas, Nego do Borel faz live e culto em comunidade; assista

por Júnior Moreira Bordalo

Vestido com colete à prova de balas, Nego do Borel faz live e culto em comunidade; assista
Foto: Reprodução / Popline

O cantor Nego do Borel resolveu fazer sua live show nesta quarta-feira (3) em frente ao Morro do Borel, local onde cresceu. A apresentação aconteceu do alto do Ciep Doutor Antoine Magarinos Torres Filho, posicionado na entrada principal da região. As pessoas acompanharam das varandas ou lajes de suas próprias casas. 

  

Buscando se precaver de possíveis incidentes, o artista usou um colete à prova de balas e ainda chamou um pastor para realização de um culto evangélico. "Diante de tudo o que estamos vivendo no Brasil e no mundo, o desejo é estar perto da melhor forma possível. Estaremos todos juntos, mas desta vez minha comunidade estará toda dentro de suas casas, seguros, que é o que importa”, disse antes da apresentação.  

  

O show arrecadou fundos e doações para ajudar o Morro do Borel e outras comunidades da grande Tijuca, como o Morro da Formiga, Salgueiro, Turano, Catrambi, Casa branca e Chácara do Céu. Assista: 

Quinta, 04 de Junho de 2020 - 09:00

Ivete se declara para Daniel: 'Somos inteiros e nos entregamos totalmente'

por Júnior Moreira Bordalo

Ivete se declara para Daniel: 'Somos inteiros e nos entregamos totalmente'
Foto: Reprodução / Instagram

O nutricionista Daniel Cady completa 35 anos de vida nesta quinta-feira (4) e logo no virar do dia ganhou uma declaração da companheira, a cantora Ivete Sangalo, em uma foto dos dois no Instagram.  

  

"Meu par! Não somos metades um do outro. Somos inteiros e nos entregamos totalmente. Nosso mundo é gigante! O que construímos juntos é gigante, tão grande que é muito maior do que pensamos. É amor! Puro! Você é o que eu mais quero. Feliz aniversário, meu Kassinho. Te amo todo", escreveu. Confira:  

  

Juntos desde 2008, Ivete e Daniel se casaram em 2011. Eles têm três filhos, Marcelo, de 10 anos, e as gêmeas Marina e Helena, de 2 anos. Durante seu aniversário, na semana passada (veja aqui), a baiana falou um pouco mais de seu amor pelo marido. 

  

"Sou louca por Daniel. Ele é um cara sensacional. Vou contar um negócio íntimo para vocês. Recebi um mapa astral que dizia que antes dos meus 37 anos eu ia viver uma relação que já tinha vivido em outras vidas, e é óbvio que é Daniel. Sou apaixonada por ele. Ao encontrá-lo eu sosseguei, e se não fosse com ele eu não teria esses filhinhos lindos. A ele, todo meu amor".   

José de Abreu anuncia saída da Globo após 40 anos e vai tentar carreira internacional
Foto: Divulgação

Após cerca de 40 anos na Globo, o ator José de Abreu, 74, anunciou que vai deixar de fazer parte do elenco fixo da emissora a partir do próximo dia 30 de junho. Ele fez a revelação em live realizada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas redes sociais, na noite desta quarta-feira (3).

Segundo Abreu, há dois meses ele vinha negociando a sua saída. "Eu acabei de fechar um destrato com a Globo de uma maneira extremamente boa para os dois lados. Tive uma boa conversa com [o diretor artístico Carlos Henrique] Schroder na semana passada. Vou me desligar no dia 30", afirmou.

O último trabalho do ator na emissora foi em 2019, quando interpretou o empresário milionário Otávio, da novela "A Dona do Pedaço". Abreu disse que pode continuar atuando em novelas e séries da Globo, mas contratado por obra certa. "Essa é uma nova maneira da Globo se relacionar com os seus artistas", afirmou.

Ele revelou também o seu desejo de tentar a carreira internacional. Atualmente, Abreu está vivendo com a noiva, Carol Junger, 22, na Nova Zelândia. "Agora vou tentar carreira internacional. Vou me renovar. Estou aqui [na Nova Zelândia] melhorando o meu inglês."

Na conversa com o Lula, ele ainda reclamou da cotação do dólar. "Também estava muito difícil sobreviver com o salário em real fora do Brasil. Quando eu saí do Brasil, pela primeira vez, em 2014, o dólar estava em R$ 2,22. Quer dizer, eu precisava de R$ 2,22 para comprar US$ 1. Hoje, eu preciso de R$ 6. Ou seja, a conta não ia fechar nunca."

Histórico de Conteúdo