Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
/
Tag

Artigos

Emanuel Soares
Importância da Saúde para os Empresários Baianos
Foto: Divulgação

Importância da Saúde para os Empresários Baianos

A saúde é um pilar fundamental para o bem-estar e a produtividade de qualquer indivíduo, mas assume uma relevância ainda maior quando se trata de empresários. Na Bahia, onde o empreendedorismo é uma força motriz da economia, manter a saúde em dia não é apenas uma questão pessoal, mas um fator crítico para o sucesso dos negócios. Dados da pesquisa Vigitel 2023 revelam um cenário preocupante sobre a saúde dos adultos em Salvador, destacando a urgência de mudanças nos hábitos de vida para melhorar a qualidade de vida e a performance empresarial.

Multimídia

“É uma estratégia do PT”, afirma Luciano Simões sobre a ‘pulverização’ de candidaturas em Salvador

“É uma estratégia do PT”, afirma Luciano Simões sobre a ‘pulverização’ de candidaturas em Salvador
Em entrevista ao Projeto Prisma, nesta segunda-feira (15), o presidente do União Brasil em Salvador e deputado estadual, Luciano Simões Filho, afirma que a redução no número de candidaturas na capital é “uma estratégia do PT”, que há 20 anos busca estratégias para se eleger no município. Este ano, o PT buscou uma articulação da base em torno do vice-governador e candidato emedebista, Geraldo. 

Entrevistas

"É um povo que tem a independência no DNA", diz Pedro Tourinho sobre tema do 2 de Julho em Salvador

"É um povo que tem a independência no DNA", diz Pedro Tourinho sobre tema do 2 de Julho em Salvador
Foto: Reprodução / Instagram / Pedro Tourinho
Salvador se prepara para receber mais uma vez as celebrações do 2 de Julho, data que marca a luta pela independência do Brasil na Bahia, que em 2024 tem como tema "Povo Independente". Na semana passada o Bahia Notícias conversou com o secretário de Cultura e Turismo da capital baiana, Pedro Tourinho, para esquentar o clima dos festejos desta terça-feira. Para o titular da Secult, o povo de Salvador tem a independência forjada em seu DNA.

surfe

Surfe: Ítalo Ferreira supera John John e é campeão em Teahupoo
Foto: Divulgação / WSL

O surfista Ítalo Ferreira conquistou, no final da noite desta quinta-feira (30), o título da etapa de Teahupoo, do Circuito Mundial de Surfe. Na final, o potiguar dominou a bateria e venceu o havaiano John John Florence por 17.70 a 17.16. É a primeira vez que ele levantou a taça no Taiti e juntou a outros três brasileiros que também chegaram no topo, Bruno Santos em 2008, Gabriel Medina em 2014 e 2018, e Miguel Pupo em 2022. Atual medalhista de ouro olímpico, ele não era campeão de uma disputa na elite da WSL desde 2021.

 

Na semifinal, Ítalo eliminou o marroquino Ramzi Boukhiam por 13.27 a 8.50. Já John John Florence derrotou o também brasileiro Gabriel Medina por 18.00 a 14.00 para chegar na decisão. Com o título, o potiguar saltou 11 posições no ranking da WSL e assumiu o quinto lugar. Vale lembrar que o mar de Teahupoo será palco da disputa do surfe nos Jogos Olímpicos de Paris-2024. No entanto, apesar de ser o atual campeão olímpico, ele não conseguiu a classificação para tentar brigar pelo bicampeonato. O Brasil será representado por Gabriel Medina, Filipe Toledo e João Chianca no masculino, enquanto no feminino terá Tatiana Weston-Webb, Luana Silva e Tainá Hinckel.

Surfe: Samuel Pupo e Luana Silva avançam às semifinais do Challenger de Gold Coast
Foto: Divulgação / WSL

Luana Silva e Samuel Pupo são os únicos representantes do Brasil nas semifinais do Challenger de Gold Coast, na Austrália. A surfista avançou de fase ao vencer a australiana Bronte Macaulay por 13,83 a 13,77, de virada a dois minutos do fim. No masculino, Pupo derrotou o compatriota Ian Gouveia por 12,23 a 9,93.

 

Já João Chianca, o Chumbinho, e Michael Rodrigues não tiveram a mesma sorte e foram eliminados nas quartas de final. O primeiro caiu para o barbadiano Josh Burke por 15,83 a 11,16. Enquanto o segundo perdeu para o australiano George Pittar por 17,00 a 15,17. Entre as mulheres, Sofia Mediana parou nas oitavas de final ao perder para a norte-americana Alyssa Spencer.

 

Na semifinal masculina, Samuel Pupo vai enfrentar George Pittar, enquanto Josh Burke e Mikey McDonagh fazem o outro confronto. No feminino, Luana Silva encara a australiana Sally Fitzgibbons. Na outra bateria, a também australiana, Isabella Nichols e a canadense Erin Brooks vão duelar pela outra vaga na final.

Surfe: Tati Weston-Webb é eliminada em Margaret River e Brasil fica sem representantes no feminino
Foto: Ed Sloane / World Surf League

O Brasil fico sem nenhuma representante na disputa feminina de Margaret River, na Austrália. A brasileira Tatiana Weston-Webb foi eliminada nas oitavas de final da quinta etapa do Circuito Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês). Ela foi superada pela australiana Tyler Wright.

 

Tati perdeu o confronto por 3 centésimos ao somar 13,67 contra 13,70 da australiana. A brasileira começou a bateria com uma boa sequência de manobras, mas acabou sofrendo a virada no último minuto, quando a surfista anfitriã conseguiu um 7,83. A melhor onda de Weston-Webb havia sido um 7,17.

 

Eliminada de Margaret River, Tatiana Weston-Webb iniciou a etapa ocupando o sétimo lugar no ranking mundial feminino. Ela está dentro da zona de corte para seguir disputando a temporada da WSL.

Surfe: Medina, irmãos Pupo, Ibelli e Ítalo avançam às oitavas de final em Margaret River
Miguel Pupo está nas oitavas | Foto: Beatriz Ryder / World Surf League

Cinco surfistas brasileiros seguem na disputa de Margaret River, quinta etapa do Circuito Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês). Na manhã desta terça-feira (16) na Austrália, Gabriel Medina, Samuel Pupo, Miguel Pupo, Caio Ibelli e Ítalo Ferreira garantiram vaga nas oitavas de final do torneio masculino. Já Deivid Silva foi eliminado na terceira fase e não tem mais chance de escapar do primeiro corte da temporada. Yago Dora caiu na repescagem e também corre risco de encerrar o ano mais cedo.

 

Na repescagem, Yago Dora (21º) foi eliminado na bateria que contava com os americanos Cole Houshmand (7º) e Kelly Slater (32º). O brasileiro somou apenas 10,20 pontos e ficou em terceiro, sendo Cole o vencedor com 13,10, e Kelly em segundo com 12,50. Na primeira bateria do terceiro round, Deivid Silva (33º) se despediu do torneio ao perder para o havaiano John John Florence (3º) por 17,13 a 16,70. Em seguida, Medina (18º) se classificou ao vencer o australiano Ryan Callinan (17º) por 14,66 a 12,40. Os dois vencedores se enfrentam nas oitavas de final. Na terceira bateria, Miguel Pupo (26º) levou a melhor sobre o japonês Kanoa Igarashi (8º) ganhando por 15,27 a 13,77. O próximo adversário será justamente seu irmão, Samuel (24º), que passou pelo italiano Leonardo Fioravanti (16º) pelo placar de 12,77 a 11,50. Caio Ibelli (25º) despachou o americano Crosby Colapinto (11º) com 13,50 a 10,97. Enquanto, Ítalo (14º) derrotou o americano Kade Matson (27º) por 10,93 a 10,33.

 

Apenas os 22 primeiros do ranking mundial seguirão participando das etapas restantes da temporada de 2024 da WSL. O atual campeão do mundo é Filipe Toledo. Em fevereiro, o brasileiro bicampeão anunciou que não competiria mais Circuito na temporada de 2024 para cuidar da saúde mental, mas que voltaria para disputar os Jogos Olímpicos de Paris, que acontecem no mês de julho.

Surfe: Quatro brasileiros vencem na rodada de abertura e avançam de fase em Margaret River
Ítalo Ferreira | Foto: Divulgação / WSL

Quatro brasileiros estrearam com vitória na etapa de Margaret River, na Austrália. Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Caio Ibelli e Samuel Pupo avançaram de fase no torneio australiano. Eles brigam para escapar do corte e seguir na disputa do título do Circuito Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês), onde apenas os 22 primeiros do ranking seguirão participando das etapas restantes da temporada.

 

Ocupando o 20º lugar, Medina foi o primeiro a entrar no mar. Ele conquistou um belo 8.50 em sua primeira onda e somou 15.000 pontos vencendo a bateria, que contou com o também brasileiro Deivid Silva (33º), que acabou ficando em terceiro atrás do australiano Jack Robinson e vai disputar a repescagem. Depois, foi a vez de Ítalo Ferreira (19º) que recebeu dois 8.50 e cravou 17.00 pontos vencendo a sétima bateria contra o japonês Kanoa Igarashi e o australiano Callum Robson. Na bateria 8, Caio Ibelli (26º) acumulou 14.93 pontos e levou a melhor sobre o australiano Ryan Callinan e o americano Cole Houshmand. Enquanto Samuel Pupo (25º) terminou no topo da bateria 11 com 14.56 superando o japonês Connor O'Leary e o indonésio Rio Waida.

 

Mas outros brazucas não tiveram a mesma sorte e vão disputar a repescagem. Além de Deivid Silva, Yago Dora (17º) e Miguel Pupo (28º) precisarão voltar no mar para tentar seguir na etapa. Enquanto no feminino, Luana Silva (10ª) foi eliminada na repescagem. Ela somou apenas 11.83 e acabou superada pela australiana India Robinson e pela costa-riquenha Brisa Hennessy.

Surfe: No duelo de brasileiras, Tatiana Weston-Webb elimina Luana Silva e avança às quartas de Bells Beach
Tatiana Weston-Webb | Foto: Ed Sloane / World Surf League

Únicas representantes brasileiras no Circuito Feminino de Surfe, Tatiana Weston-Webb e Luana Silva se enfrentaram pelas oitavas de final de Bells Beach, na noite desta terça-feira (26) no horário de Brasília. A gaúcha levou a melhor no duelo brazuca e venceu a compatriota por 11.97 a 11.67 e avançou às quartas de final do torneio australiano.

 

Luana saiu na frente com uma onda 5.00, enquanto Tatiana respondeu com 3.83, seguido de um 0.77. Após dificuldades com o mar mexido, a brasileira nascida no Havaí recebeu 4.23 dos juízes, mas a gaúcha também encontrou uma boa onda levou 6.17 e assumiu a liderança e o direito de prioridade. Mas Luana retomou a ponta faltando cinco minutos com um 6.67. No entanto, a dois minutos do fim, Weston-Webb achou 5.80 voltou ao primeiro lugar. A adversária ainda tentou uma reação, mas não conseguiu e Tatiana ficou com a classificação. Nas quartas de final, ela vai enfrentar a americana Caroline Marks.

 

DISPUTA MASCULINA
No torneio masculino, apenas Samuel Pupo entrou no mar já na madrugada desta quarta (27) no horário de Brasília. Ele conseguiu avançar as oitavas de final ao vencer o italiano Leonardo Fioravanti por 15.23 a 8.83.

 

Os demais brasileiros na disputa são Gabriel Medina, Miguel Pupo, Yago Dora, Ítalo Ferreira e Caio Ibelli. Porém, devido as condições do mar, a WSL optou por adiar a competição.

 

Confira os confrontos do 3º round dos brasileiros que ainda serão disputados:

 

Gabriel Medina (BRA) x Cole Houshmand (EUA)
Miguel Pupo (BRA) x Crosby Colapinto (EUA)
Yago Dora (BRA) x Ian Gentil (HAV)
Italo Ferreira (BRA) x Rio Waida (IND)
Jordy Smith (AFS) x Caio Ibelli (BRA)

Praia de Stella Maris sediará 5ª etapa campeonato nacional de surfe

A praia de Stella Maris, em Salvador, vai sediar o Shell Dream Tour Salvador, que faz parte da disputa pelos títulos brasileiros masculino e feminino da Divisão Principal da Confederação Brasileira de Surf.

 

A 5ª e penúltima etapa da competição está prevista para acontecer entre os dias 14 e 20 deste mês e contará com os atletas Deivid Silva e Nathalie Martins como os wildcards. No campeonato, apenas os 40 primeiros atletas do ranking masculino e 16 do feminino terão a vaga garantida ao final das disputas para a temporada de 2024.

 

“O Dream Tour é a joia da coroa do surfe brasileiro, e estamos entusiasmados em trazer essa etapa que consideramos crucial para a praia de Stella Maris, em Salvador. É uma oportunidade única para nossos talentosos surfistas demonstrarem suas habilidades em casa, em condições desafiadoras”, afirmou o presidente da Confederação Brasileira de Surf, Teco Padaratz.

 

A competição será transmitida ao vivo no canal CBSurfPLAY do Youtube, e estará disponível no Sportv a partir das semifinais.


Siga o @bnhall_ no Instagram e fique de olho nas principais notícias. 

CBSurf anuncia critérios de convocação e Gabriel Medina ficará com vaga olímpica caso o Brasil vença o ISA Games
Gabriel Medina | Foto: WSL / Beatriz Ryder

A Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) divulgou os critérios para a possível terceira vaga do Brasil nos Jogos Olímpicos de Paris-2024. Após Filipe Toledo e João Chianca carimbarem o passaporte através do ranking da WSL, o país pode ter mais um representante masculino no evento caso vença o ISA Games no próximo ano, em Porto Rico. De acordo com o vice-presidente da entidade, Paulo Moura, Gabriel Medina seria o classificado.

 

"Filipe e o João ( brasileiros mais bem ranqueados na WSL) têm que participar do ISA Games. A terceira vaga dos jogos irá para o terceiro lugar no WCT. No caso, hoje é o Gabriel (Medina). Essa vai ser a equipe ISA Games: João, Filipe e Gabriel Medina. Ganhando o ISA Games, a terceira vaga extra das Olimpíadas irá exatamente para o terceiro atleta da equipe. Se o Brasil conquistar (na categoria masculina), a vaga é do Gabriel Medina", explicou o dirigente.

 

Gabriel Medina terminou no sexto lugar do ranking masculino da WSL com 43.240 e além de não se classificar para Paris, também ficou fora do Finals, que vai definir o título mundial da temporada. Enquanto João Chianca, que ficou com a segunda vaga direta, foi o quarto colocado com 44.290. Filipe Toledo é o líder com 58.300.  Entre as mulheres, Tatiana Weston-Webb é a única brasileira disputando a elite da modalidade e garantiu a vaga em abril. Ela é a oitava com 38.980.

 

O ISA Games 2024 está programado para acontecer entre os dias 22 de fevereiro e 2 de março. O torneio é disputado nas categorias masculina e feminina. Se os brasileiros vencerem, a vaga extra do Brasil será de Medina. Caso, as brasileiras sejam as campeãs, a classificação será para a mulher em melhor posição no ranking depois de Weston-Webb.

Surfe: João Chianca garante vaga em Paris 2024; Brasil ainda pode ter mais um represente
Foto: WSL / Tony Heff

O surfista João Chianca garantiu vaga nos Jogos Olímpicos de Paris 2024. Na noite desta quarta-feira (16), o carioca se juntou a Tatiana Weston-Webb e Filipe Toledo para representar o Brasil no principal evento esportivo na capital francesa. Ele se aproveitou da derrota de Gabriel Medina para o australiano Jack Robinson na final da etapa de Teahupoo, no Taiti, pelo Circuito Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês).

 

Cada país pode credenciar dois representantes em Paris que estejam entre os 10 primeiros no ranking masculino da WSL de 2023 e as oito primeiras no feminino. Enquanto Filipinho é o líder com 58.300 pontos, Chumbinho assegurou a classificação com a quarta colocação da lista com 44.290 pontos. Já Medina terminou em sexto com 43.240 e além de não ter o passaporte carimbado para Paris, também ficou fora do Finals, que vai definir o título mundial da temporada. Entre as mulheres, Tatiana Weston-Webb é a única brasileira disputando a elite da modalidade e garantiu a vaga em abril. Ela é a oitava com 38.980.

 

O Brasil ainda pode ter um terceiro representante olímpico, mas vai depender de uma eventual conquista do Isa Games de 2024, que dá uma vaga ao país vencedor. O torneio será disputado entre os dias 22 de fevereiro e 2 de março, em Porto Rico. No entanto, a vaga ficará disponível ao país campeão e caso, um brasileiro fique com a taça, a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) vai definir o critério para escolher o representante. Com isso, Gabriel Medina, Italo Ferreira, Miguel Pupo, Yago Dora, Caio Ibelli e Jadson Andre estão na briga para ir à capital francesa.

 

O torneio de surfe nos Jogos Olímpicos de Paris 2024 vai acontecer também nas praias de Teahupoo. A competição deverá ocorrer entre os dias 27 e 29 de julho.

Prefeitura lança Calendário de Turismo Esportivo de Salvador com eventos até julho de 2024
Foto: Valter Pontes/ Secom

A Prefeitura de Salvador lançou nesta segunda-feira (14) o Calendário de Turismo Esportivo na capital baiana, com 10 eventos previstos até julho do ano que vem. Salvador vai sediar provas de corrida de rua, ultramaratona, triatlo e natação em águas abertas, incluindo uma etapa de qualificação da World Surf League (WSL). O prefeito Bruno Reis (DEM) destacou a importância da cidade ser um destino esportivo do país.

 

"A gente sabe que, quando um atleta vem com o seu staff, com sua família, com seus amigos, ficam hospedados nos nossos hotéis, consomem os nossos produtos, vão aos nossos bares e restaurantes. Enfim, é muito importante essa visita para que a gente possa potencializar esse setor econômico do turismo, que é um dos principais geradores de emprego e renda em nossa cidade", comentou o chefe do executivo do município.

 

A primeira atração do calendário esportivo será o surfe. Entre os dias 23 e 27 de agosto, Salvador receberá o Circuito Banco do Brasil, etapa que vale pontos para a divisão de qualificação da WSL, em Stella Maris. Depois, a modalidade retorna ao mesmo local em novembro para o Dream Tour, nova versão do Circuito Brasileiro da modalidade, que vai distribuir R$ 400 mil em prêmios.

 

Depois, acontece a 5ª edição da Maratona Salvador, no dia 24 de setembro, que deve receber mais de 8 mil atletas de diversas partes do Brasil. Já no ano que vem, mais dois eventos de corrida serão realizados, em março com a Salvador 10 Milhas e a Ultra Maratona da Independência, em julho.

 

Foto: Valter Pontes / Secom

 

Na natação, estão previstas a Travessia Itaparica-Salvador, em dezembro, e a OceanMan, em março. Enquanto a comunidade do triathlon ganhará mais uma prova, a Trion Salvador, que será lançada oficialmente em dezembro, além da Triton World Series, em abril.

 

Outra novidade será a Virada Esportiva.  Iniciativa da Secretaria de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre), o projeto traz um calendário com competições de basquete, tênis, capoeira, xadrez, skate, baleado, natação e outras modalidades durante todo o mês de outubro. A ideia é ocupar quadras, praças, praias e outros espaços públicos.

 

O turismo esportivo é um dos segmentos que mais crescem no país, segundo dados do Ministério do Turismo. De acordo com dados do PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), 363,6 mil turistas viajaram pelo Brasil em 2021 tendo como motivação praticar ou assistir a eventos esportivos. O ministério apontou ainda que 2,4% dos turistas internacionais que vieram ao país tinham alguma relação com o esporte.

 

Confira o calendário de Turismo Esportivo de Salvador:

 

2023
Circuito Banco do Brasil de Surfe - etapa QS da WSL: 23 a 27 de agosto
Maratona de Salvador: 24 de setembro
Virada Esportiva Salvador: outubro
Dream Tour - Etapa Salvador: 14 a 20 de novembro
Trion Salvador: 3 de dezembro
Travessia Itaparica-Salvador: 17 de dezembro

 

2024
Salvador 10Milhas: 4 de março
OceanMan: 30 e 31 de março
Triton World Series: 14 de abril
Ultramaratona da Independência: 6 de julho

 

Foto: Valter Pontes / Secom

Após garantir vaga olímpica em Paris, Filipe Toledo é tricampeão na África do Sul pelo Mundial de Surfe
Foto: Beatriz Ryder / World Surf League

O surfista Filipe Toledo teve uma dupla comemoração nesta quarta-feira (19). Primeiro, ele garantiu vaga nos Jogos Olímpicos de Paris-2024 e depois conquistou o tricampeão da etapa de Jeffreys Bay, na África do Sul, pelo Circuito Mundial de Surfe (WSL na sigla em inglês). Na final, o brasileiro atropelou o australiano Ethan Ewing pelo placar de 18.76 a 12.60.

 

"Adoro esse lugar, essa onda e essa vibe de J-Bay. Voltar aqui depois da lesão no Rio foi muito desafiante e motivador. Só tenho a agradecer à minha comissão técnica por ter dado todo o suporte para eu voltar bem. Obrigado também à minha esposa e à minha família por estarem com as minhas crianças neste momento", afirmou.

 

Filipinho carimbou o passaporte para os Jogos Olímpicos de Paris-2024 ao vencer o japonês Kanoa Igarashi na semifinal. Atual líder do ranking, ele não pode mais ser ultrapassado por nenhum outro surfista brasileiro. A segunda vaga do país segue sendo disputada por João Chianca, que é o quarto colocado, Yago Dora, que aparece em quinto, e por Gabriel Medina, que ocupa o sexto lugar. No feminino, Tatiana Weston-Webb já havia assegurado a presença na capital francesa, via ranking mundial, desde o último mês de abril. Além disso, o Brasil também pode ter mais um representante através do ISA Games do ano que vem, que vai colocar os demais surfistas na briga para ir às Olimpíadas.

 

Com o título em J-Bay, Filipinho somou 54,980 pontos na liderança do ranking da WSL. A próxima etapa do Circuito Mundial acontece entre os dias 11 e 20 de agosto, em Teahupo'o, no Taiti. Será a última etapa antes do WSL Finals, em setembro, na Califórnia, que envolverá apenas os cinco melhores surfistas masculino e feminino para decidir o título da temporada.

Ítalo Ferreira se machuca durante bateria a etapa de Jeffreys Bay no Mundial de Surfe
Foto: Reprodução

O surfista Ítalo Ferreira se machucou nesta terça-feira (18) durante a etapa de Jeffreys Bay, na África do Sul, do Circuito Mundial de Surfe. Ele acabou desistindo do torneio antes do final da bateria, que acabou sendo vencida pelo havaiano Ian Gentil.

 

Primeiro e único medalhista de ouro nas Olimpíadas, Ítalo Ferreira caiu de mal jeito ao tentar fazer uma manobra. O potiguar havia completado duas ondas e somado 13,47 liderando a disputa da repescagem. Após a lesão, ele pediu auxílio do jet ski para receber atendimento médico fora do mar. Ian Gentil virou com 14,70 e avançou para a próxima fase da competição.

 

Ítalo Ferreira ocupa a 11ª colocação no ranking do Circuito Mundial com 27,155 pontos. O também brasileiro Yago Dora aparece na quinta posição com 32,120, fechando a zona de classificação para a disputa do WSL Finals, que definirá o título envolvendo apenas os cinco melhores colocados.

Liga Mundial de Surfe cancela baterias desta sexta e sábado em Jeffrey's Bay
Foto: Divulgação / WSL

A Liga Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês) cancelou as baterias desta sexta-feira (14) e sábado (15) da etapa de Jeffrey's Bay, na África do Sul, pelo Circuito Mundial. O motivo foram as ondas fracas na região e não há previsão para a próxima chamada.

 

O primeiro dia do evento aconteceu nesta quinta (13) e os brasileiros João Chianca, Yago Dora, Gabriel Medina e Filipe Toledo, atual líder do ranking, avançaram para as oitavas de final. Já Ítalo Ferreira e Caio Ibelli foram derrotados nas suas baterias e vão disputar a repescagem para tentar seguir na competição. Enquanto no feminino, Tatiana Weston-Webb ainda não havia entrado no mar para a estreia no torneio, que conquistou no ano passado. Empatada com a octacampeã mundial, Stephanie Gilmore, na sexta posição do ranking, a brazuca terá como adversárias de bateria a australiana Tyler Wright e a francesa Johanne Defay.

Especialista em ondas gigantes, Pedro Scooby é o novo comentarista de surfe do SporTV
Foto: Divulgação

Surfista de ondas gigantes, Pedro Scooby é o novo comentarista da TV Globo. O atleta e ex-BBB vai reforçar a equipe dos canais Sportv, Globoplay e GE. A estreia será na 9ª etapa do Circuito Mundial de Surf (WSL, na sigla em inglês), disputada em Jeffrey's Bay, na África do Sul, que acontece a partir desta quinta-feira (13) e vai até o próximo dia 22.

 

"É uma honra para mim estrear como comentarista de surfe em J-Bay. Estou muito empolgado para esse novo desafio e em poder passar um pouco da minha experiência durante todos esses anos dentro da água para as pessoas de casa. Espero trazer ainda mais sorte para os brasileiros que estão quebrando tudo no circuito. Seria incrível estrear com o pé direito com mais uma vitória para o Brasil", afirmou.

 

Scooby se junta aos narradores Bruno Fonseca, Luiz Prota e Vinicius Rodrigues; e aos comentaristas Breno Dines, Bruno Bocayuva e Claudinha Gonçalves. Ele é uma das referências no surfe de ondas de gigantes e foi vice-campeão de Nazaré Tow Surfing Challenge, principal competição da categoria. O brasileiro foi indicado ao Big Wave Awards 2022, o "Oscar" do surf de ondas gigantes, como finalista nas categorias de maior onda surfada e surfista do ano.

 

O Brasil tem sete representantes no Circuito Mundial, sendo seis homens e uma mulher. No momento, três surfistas do país estão se classificando para Trestles, nos Estados Unidos, em setembro, que vai reunir os cinco melhores do ranking para seguir a briga pelo título. Atual campeão mundial, Filipe Toledo é o líder após oito etapas, enquanto João Chianca e Yago Dora ocupam a quarta e quinta posição, respectivamente. Na luta por uma vaga estão o tricampeão mundial Gabriel Medina, que é o sétimo colocado, o campeão olímpico Ítalo Ferreira, aparecendo no 11º lugar e Caio Ibelli, que é o 14º. Já no feminino, Tatiana Weston-Webb, campeã de J-Bay no ano passado, ocupa a sexta posição e precisa de um bom resultado para entrar no top-5.

 

As janelas de Jeffrey's Bay ocorrem entre 3h e 13h no horário de Brasília.

Italo Ferreira será o primeiro brasileiro a entrar para o Hall da Fama do Surfe
Foto: Aaron Hughes / WSL

Italo Ferreira, de 29 anos, será o primeiro brasileiro a entrar no Hall da Fama do Surfe. A homenagem acontecerá no dia 4 de agosto em Huntington Beach, na Califórnia, nos Estados Unidos.

 

"Essa homenagem me deixa muito motivado. Sou filho de um pescador de uma cidade pequena do litoral do Brasil e ter a oportunidade de ser lembrado ao lado de grandes ícones mundiais do meu esporte é realmente algo inesquecível, uma verdadeira honra", comentou o potiguar.

 

De acordo com os organizadores, Italo foi incluído no Hall da Fama devido ao "seu notável impacto no esporte, sua contribuição para a cultura do surfe e suas conquistas memoráveis". O brasileiro foi o primeiro campeão olímpico da história da modalidade nos Jogos de Tóquio-2020. Antes disso, em 2019, ele conquistou o título do circuito mundial da WSL.

 

Além de Italo, o Hall da Fama do Surfe também incluirá a jornalista americana Laylan Connelly e o argentino Fernando Aguerre, presidente da International Surfing Association (ISA).

 

No último domingo (28), Italo Ferreira foi vice-campeão da etapa Surf Ranch Pro, piscina de ondas artificiais de Kelly Slater, que faz parte do Circuito Mundial. Ele perdeu a final para o americano Griffin Colapinto que ficou com o título da disputa na Califórnia. A próxima parada será em El Salvador, cujo torneio acontece entre os dias 9 e 18 de junho. O potiguar aparece na 11ª posição do ranking da WSL com 19,090 pontos.

Surfe: Gabriel Medina é campeão inédito em Margaret River e encerra jejum: "Voltando ao meu ritmo de novo"
Foto: Aaron Hughes / World Surf League

O surfista Gabriel Medina conquistou o título inédito da etapa de Margaret River, do Circuito Mundial de Surfe, na madrugada desta sexta-feira (28), na Austrália. O brasileiro venceu o norte-americano Griffin Colapinto na final por 17,50 a 12,27 e levantou seu primeiro troféu em 2023. Ele colocou um ponto final no jejum que durava desde o encerramento da temporada de 2021, no Finals, disputado em Trestles, nos Estados Unidos, quando sagrou-se tricampeão mundial.

 

"É bem especial vencer aqui. É uma etapa onde eu sempre tive problemas para vencer as baterias. Eu me senti bem por conseguir boas ondas e vencer. Eu estou me sentindo melhor, me sentindo como se estivesse no meu ritmo de novo. Griff e eu sempre tivemos boas batalhas. Eu amo competir contra os caras e é por isso que estamos aqui. É uma onda realmente muito difícil e estou feliz com a minha evolução", afirmou.

 

O título na Austrália foi o 17° da carreira de Medina. Em 2022, o paulista ficou de fora de boa parte da temporada para cuidar da saúde mental, além de tratar de uma lesão no joelho.

 

A próxima etapa do Circuito Mundial será o Surf Rach, piscina de ondas da lenda Kelly Slater. A disputa está programada para acontecer entre os dias 27 e 28 de maior, em Lemoore, na Califórnia.

Surfe: Tatiana Weston-Webb avança às oitavas de final na abertura de Magaret River
Foto: Cait Miers/World Surf League

A surfista Tatiana Weston-Webb ficou na segunda colocação da bateria e garantiu vaga nas oitavas de final de Margaret River, na Austrália. A etapa do Circuito Mundial de Surfe começou nesta quinta-feira (20) no horário australiano e final da noite de quarta (19), no relógio do Brasil.

 

Weston-Webb fechou com 14,20, atrás da havaiana Bettylou Sakura Johnson que somou 16,66, enquanto a terceira colocada Courtney Conlogue, dos Estados Unidos, ficou com 10,20 e precisou da repescagem para se classificar. Líder do ranking feminino, a anfitriã Molly Picklum também avançou de fase ocupando o segundo lugar na bateria vencida pela compatriota Bronte Macaulay.

 

A janela de Margaret River vai até o próximo dia 29. A etapa é a última da linha de corte para o restante da temporada de surfe. Após a disputa 22 homens e 10 mulheres serão na briga pelo título do Circuito Mundial da WSL. Neste momento, Tatiana Weston-Webb é a quinta colocada do ranking com 18,185 pontos.

VÍDEO: Surfista brasileiro agride atleta americana com soco na cabeça em Bali
Foto: Reprodução / Redes Sociais

O surfista brasileiro João Paulo Azevedo, conhecido como JP Azevedo, agrediu a atleta americana Sara Taylor, em uma praia de Bali, Ilha da Indonésia. Segundo a revista de surf australiana Stab, a agressão aconteceu nesta quarta-feira (5), após uma discussão por disputa de ondas.

 

A agressão foi filma e compartilhada por Sara nas redes sociais. Ela pediu ajuda para identificar dois surfistas envolvidos no caso e usuários brasileiros apontaram que o agressor era o capixaba JP Azevedo. No relato, a americana conta que foi atacada pelo amigo do surfista com quem disputou uma onda, este último foi identificado como Adriano Portela. Nas imagens, um homem sem camisa agride a mulher no rosto ainda no mar. Depois, já na praia, um deles tentou impedir que um acompanhante da surfista, identificado como Charlie, filmasse a briga e tentaram acertá-la mais uma vez.

 

Nas redes sociais, Adriano se manifestou e negou que tenha agredido a americana fisicamente. Ele ainda disse que o vídeo não mostra todo o ocorrido, mas pediu desculpas pela forma como falou com Sara e que entrou em contato para tentar "fazer as pazes".

 

O jornal A Gazeta, do Espírito Santo, publicou uma reportagem há cerca de três semanas que JP Azevedo mora na Indonésia desde 2019.

 

Assista:

 

ÍDOLOS DO SURFE BRASILEIRO LAMENTAM
Ídolos do surfe brasileiro e detentores de títulos mundiais, Gabriel Medina e Filipe Toledo lamentaram o episódio. Os dois disputam a elite do Circuito Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês)

 

"Por quê? Isso é muito feio! As pessoas são malucas", escreveu Medina.

 

"Sinto muito que isso tenha acontecido com vocês e espero que estejam bem. Não se preocupem com pessoas com esse tipo de energia, elas não duram, a vida vai cobrar. Vamos fazer o que pudermos para encontrá-los", disse Toledo.

Brasileiros avançam para a próxima fase da etapa de Bells Beach do Circuito Mundial de Surfe
Foto: Ed Sloane / World Surf League

O Brasil passou com 100% dos representantes para o round 3 da etapa masculina de Bells Beach, na Austrália, a quarta do Circuito Mundial de Surfe. Após dois dias de espera, os surfistas entraram no mar para a disputa da bateria de abertura, na noite desta quarta-feira (5) no horário de Brasília.

 

Integrantes no top 5 do ranking, Filipe Toledo, João Chianca e Caio Ibelli se classificaram todos em segundo em suas baterias, assim como Ítalo Ferreira e Gabriel Medina. Já Michael Rodrigues e Yago Dora, venceram suas disputas, sendo que o agrupamento deste último ainda teve Samuel Pupo, que ficou logo atrás. Vale lembrar que o também brasileiro Miguel Pupo foi cortado da disputa antes da estreia, por causa de uma lesão.

 

Já no feminino, a brasileira Tatiana Weston-Webb foi eliminada na primeira bateria. Com 9.40, ela ficou atrás da norte-americana Caroline Marks com 15.83 e da australiana Isabella Nichols que fez 13.04.

Antes da estreia, Miguel Pupo sente lesão e está fora da etapa de Bells Beach da Liga Mundial de Surfe
Foto: Matt Dunbar / WSL

O Brasil sofreu um desfalque no primeiro dia da etapa de Bells Beach, da Liga Mundial de Surfe (WSL). Antes mesmo da estreia, o surfista Miguel Pupo, de 31 anos, sentiu uma lesão no tornozelo e está fora do torneio australiano. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (3), no turno da noite no horário  de Brasília.

 

Miguel Pupo se machucou durante a etapa de Peniche, em Portugal, disputada no mês de março. Ele saiu da água carregado após a eliminação para o havaiano Ivan Gentil. O brasileiro ocupa a 13ª colocação no ranking com 7,970 pontos, e terá apenas mais uma etapa para tentar ficar no top 22 para seguir na disputa da temporada de 2023.

 

Devido a falta de ondas, a WSL suspendeu as atividades no primeiro dia da etapa de Bells Beach. A próxima chamada será nesta terça (4), a partir das 17h45 no horário do Brasil. Miguel Pupo estava na 12ª bateria e enfrentaria os havaianos John John Florence e Barron Mamiya. O brasileiro será substituído pelo australiano Morgan Cibilic.

Surfe: WSL divulga baterias iniciais do torneio de Bells Beach; dez brasileiros estão na disputa
Filipe Toledo é o atual campeã de Bells Beach | Foto: Matt Dunbar / WSL

A quarta etapa do Circuito Mundial de Surfe acontece entre os dias 3 e 13 de abril, em Bells Beach, na Austrália. A WSL divulgou as baterias iniciais do campeonato, que terá 10 surfistas brasileiros na disputa pelo título.

 

O líder do ranking geral masculino da WSL deste ano é o australiano Jack Robinson com 23,885 pontos, que venceu a etapa de Pipeline, seguido pelos brasileiros João Chianca, que conquistou a última parada em Portugal, e por Filipe Toledo, respectivamente segundo com 22,170 e terceiro com 16,075 colocados .

 

A terceira bateria terá o brasileiro Caio Ibelli ao lado do australiano Ryan Callinan e do havaiano Ezekiel Lau. No quarto agrupamento, João Chianca enfrentará o sul-africano Matthew McGillivray e o australiano Dylan Moffat. Já Filipe Toledo ficou na quinta bateria junto com o havaiano Ian Gentil e o australiano Owen Wright. Na sétima, Italo Ferreira medirá forças com o australiano Connor O'Leary e o norte-americano Kolohe Andino. A oitava reunirá p australiano Callum Robson, o sul-africano Jordy Smith e o brasileiro Michael Rodrigues. Enquanto os brazucas Yago Dora e Samuel Pupo estão na 10ª bateria, completada pelo norte-americano Jake Marshall. Na 11ª, Gabriel Medina encara o japonês Kanoa Igarashi e o australiano Liam O'Brien. Por fim, na 12ª, o brasileiro Miguel Pupo terá pela frente John John Florence e Barron Mamiya, ambos do Havaí.

 

No feminino, a australiana Molly Picklum lidera o ranking com 19,490 pontos, enquanto Tatiana Weston-Webb, única representante do Brasil na disputa, é a quinta com 13,440. A brasileira ficou na quarta bateria e vai enfrentar a norte-americana Caroline Marks e a australiana Isabella Nichols.

 

A etapa de Bells Beach completa 60 anos no Circuito Mundial de Surfe. Dentre os campeões, o Brasil levantou o caneco com Silvana Lima em 2009, Adriano de Souza em 2013, além de Italo Ferreira em 2018, e Filipe Toledo vencedor no ano passado.

"Me perguntava quando ia viver isso", diz João Chianca após conquistar 1º título na elite do surfe
Foto: Thiago Diz / WSL

O surfista b João Chianca foi o campeão da etapa de Peniche, a terceira do Circuito Mundial de Surfe, nesta terça-feira (14). Este foi o primeiro título de Chumbinho, como é conhecido por ser irmão mais novo do também surfista Lucas Chumbo, conquistado na elite. No ano passado, ele havia caído para a Challenger Series, mas voltou à primeira divisão da modalidade nesta temporada de 2023.

 

"Estou sentindo diversas emoções. Eu venho há muito muito tempo perguntando para mim mesmo quando eu vou viver tudo isso que Filipe (Toledo), o Gabriel (Medina), o John John (Florence), meus ídolos, vivem, que é ganhar eventos. Ano passado no Challenger Series eu queria muito ganhar o evento, mas Deus tem os planos para mim. Deus tem me guiado perfeitamente. Veio a vitória, estou muito feliz e só quero ir para casa dar um abraço na minha família", afirmou.

 

Na final de Peniche, Chumbinho venceu o australiano Jack Robinson, atual líder do ranking.

 

"Cinco minutos depois de remar, percebi como as ondas estavam boas e o quanto eu amo tudo sobre isso. Tubos perfeitos, beach break perfeito. Eu apenas disse a mim mesmo para aproveitar o processo, porque tenho feito tudo o que posso para que isso aconteça. Eu estava pensando tudo isso na água, eu estava pensando "se não pegar agora, vai pegar depois". E é incrível que chegou a minha hora. Desde que me qualifiquei para o circuito que sonho com a minha primeira vitória, e é incrível como tudo se encaixou aqui em Portugal", analisou.

 

Com a conquista, João Chianca assumiu a segunda colocação no ranking ao somar 22,170 pontos, ultrapassando os brasileiros Filipe Toledo, atual campeão mundial, com 16,075 e Caio Ibelli com 14,150, respectivamente em terceiro e quarto lugares. A liderança segue com Robinson que tem 23,885. Antes do título em Peniche, ele havia ficado em terceiro nas duas etapas do Havaí.

 

A próxima parada do Circuito Mundial será em Bells Beach, na Austrália. A quarta etapa está marcada para acontecer entre os dias 4 e 14 de abril.

Surfe: Tati Weston-Webb vence líder do ranking e vai à semifinal em Peniche; Medina e Ítalo são eliminados nas oitavas
Foto: Tony Heff / WSL

Campeã do torneio no ano passado, a surfista Tatiana Weston-Webb se classificou para a semifinal da etapa feminina de Peniche, em Portugal, a terceira da Liga Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês). A brasileira venceu a australiana Molly Picklum, atual líder do ranking, na manhã desta terça-feira (14).

 

O desempenho em Peniche é o melhor de Weston-Webb na temporada. Antes ela tinha ido até as quartas de final em Pipeline e nas oitavas em Sunset. Na semifinal, ela vai enfrentar a norte-americana Courtney Conlogue. No momento, a brasileira assumiu a quarta colocação no ranking geral.

 

DISPUTA MASCULINA
Entre os homens, o Brasil amargou as eliminações de Gabriel Medina e Ítalo Ferreira nas oitavas de final da etapa de Peniche. O primeiro perdeu para o norte-americano Griffin Colapinto, enquanto o campeão olímpico foi derrotado pelo compatriota Yago Dora, que avançou para as quartas de final, junto com os brazucas João Chumbinho e Samuel Pupo. Caio Ibelli também caiu fora.

Atual campeão mundial de surfe, Filipe Toledo busca bi, mas sonha com o ouro no Jogos Olímpicos de Paris
Foto: Matt Dunbar / WSL

Atual campeão mundial de surfe, Filipe Toledo começou a temporada de 2023 com o pé direito na busca do bi ao vencer a etapa de Sunset, no Havaí, no mês passado. No entanto, o brasileiro admitiu que sonha em conquistar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Paris-2024.

 

"Acredito que o meu maior objetivo agora é ser campeão Olímpico. Vou continuar focado na WSL em busca de mais títulos mundiais, mas os Jogos Olímpicos são o principal objetivo da minha carreira. Todo atleta sonha em um dia conquistar a medalha de ouro", declarou em entrevista ao site ge.globo.

 

A disputa do surfe nos Jogos Olímpicos de Paris terá 48 atletas no total, sendo 24 no masculino e 24 no feminino. Para conquistar uma vaga brasileira, Filipinho precisa estar entre os 10 melhores do ranking do Circuito Mundial da WSL da atual temporada.

 

"Acho que a pressão é algo normal para os todos os atletas de alta performance e que todos vão acabar passando por isso. É claro que isso pesa de alguma forma, mas não é algo que vai me atrapalhar e sim me motivar a conquistar a vaga. Com o passar dos anos, vamos amadurecendo cada vez mais para essas situações e me sinto muito preparado para conseguir uma das vagas em Paris 2024", comentou.

 

O torneio da modalidade acontece em Teahupoo, no Taiti, na Praia dos Crânios Quebrados, na tradução livre para o português. Curiosamente, Filipinho jamais venceu uma etapa neste local, conhecido pelas ondas perfeitas com bancadas de corais ao fundo.

 

"A onda de Teahupoo é uma das mais desafiadoras do mundo. Mas, o fato de eu nunca ter vencido no Taiti não me incomoda ou me faz pensar que não estou preparado para competir lá nos Jogos Olímpicos, muito pelo contrário, isso só me motiva ainda mais a buscar esse título para a minha carreira. Eu me sinto mais preparado do que nunca e seria uma honra representar meu país nas Olimpíadas", disse.

 

A terceira etapa do circuito mundial começa a partir desta quarta-feira (8), em Peniche, Portugal, e vai até o próximo dia 16, na outra quinta. Filipe Toledo vai estrear na sexta bateria contra o australiano Ryan Callinan e o português Frederico Morais.

Promessa baiana participa de Circuito Banco do Brasil de Surfe, em Stella Maris
Foto: Orlando Rodrigues

O surfista baiano Gabriel Leal, de apenas 13 anos, vai competir na etapa baiana do Circuito Banco do Brasil de Surfe, que acontece no domingo (15), na praia de Stella Maris, em Salvador, na véspera de embarcar para a temporada de cinco meses com a família na Indonésia. Essa será a estreia do adolescente em uma prova profissional internacional.

 

Leal é, atualmente, vice-líder nas categorias sub-14 e sub-16, além de ser quarto classificado no sub-18 do circuito baiano da modalidade.

 

"Tenho treinado bastante, me preparado, mas sei que é não será fácil. Pretendo passar umas baterias. Vou me esforçar para isso. Vamos pra ganhar experiência e tentar surpreender", explica o surfista.

 

"Na verdade ele não tem responsabilidade nenhuma nessa prova. Vai participar pra adquirir experiência mesmo e sentir o gostinho. Sem pressão. Ele vai entrar na água com surfistas experientes e consagrados, alguns ídolos dele, pra já ir sentindo o clima", destaca o pai e treinador do atleta, Alexandre Leal.

 

No circuito baiano, o jovem prometeu e cumpriu. Na prova da Praia do Forte, onde ele mora, venceu a categoria sub-16, ficou em segundo na Sub-14 e em uma surpreendente terceira colocação da sub-18, vencendo garotos bem mais velhos. Ele só lamenta não poder dá seguimento na briga pelos títulos estaduais da temporada, porque vai estar fora do país.

 

Após competir no Qualifying Series de Stella Maris, Leal embarca direto para uma temporada de cinco meses na Indonésia, em busca de amadurecimento técnico, emocional e cultural.

 

Siga o @bnhall_ no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

O cantor Gabriel O Pensador lançou nesta terça-feira (22) o single “Surfista Solitário”, com participação de Jorge Ben Jor. A música fará parte de seu futuro álbum e foi divulgada no Facebook do cantor, que explicou que a letra da canção tem a ver com a influência do surfe em sua vida. "Precisava viajar pra longe do meu mundinho caótico pra olhar minha vida em paz, enxergar melhor as coisas, pra ficar perto de mim. E respirar. Quem pega onda sabe o poder que o surf tem de nos trazer equilíbrio, exercitando virtudes como a perseverança, a humildade, a coragem e a paciência.", diz o texto da publicação. "Surfista Solitário" está disponível para download no site oficial do músico. Confira o vídeo:

Curtas do Poder

Ilustração de uma cobra verde vestindo um elegante terno azul, gravata escura e língua para fora
Amigo de verdade, nos últimos tempos, é aquele que aguenta você por mais de uma eleição. E enquanto uns estão mais que amigos, outros levaram bola nas costas bem no Dia do Amigo. Mas, por via das dúvidas, fica o conselho: nem sempre parecer com alguém é o ideal. E sobrou até pro futebol, porque a Fonte Nova recebeu um pé frio direto de Brasília... Saiba mais!
Marca Metropoles

Pérolas do Dia

Papa Francisco

Papa Francisco
Foto: Vatican Media Divisione Foto

"Que os atletas sejam mensageiros de paz". 

 

Disse o Papa Francisco a invocar a paz nos conflitos mundiais, coma  chegada dos Jogos Olímpicos de Paris, que iniciam na próxima semana (26).
 

Podcast

Projeto Prisma entrevista vereador Claudio Tinoco nesta segunda-feira

Projeto Prisma entrevista vereador Claudio Tinoco nesta segunda-feira
O vereador Claudio Tinoco (União) é o entrevistado do Projeto Prisma desta segunda-feira (22). O podcast é transmitido ao vivo a partir das 16h no YouTube do Bahia Notícias.

Mais Lidas