Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 22 de Junho de 2022 - 19:10

Justiça permite que audiência de custódia de Milton Ribeiro seja online

por Leonardo Costa

Justiça permite que audiência de custódia de Milton Ribeiro seja online
Foto: Reprodução

O ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, que foi preso pela Polícia Federal nesta quarta-feira (22) (relembre aqui), em Santos, no litoral paulista, foi conduzido para São Paulo, onde deve dormir na carceragem da sede da Polícia Federal na Zona Oeste de capital e participar de audiência de custódia por videoconferência, às 14h desta quinta-feira (23).

 

Inicialmente, Milton teria que ser transferido para Brasília. A defesa do ex-ministro ainda chegou a entrar com um pedido de vista para que ele fosse mantido em Santos, mas o juiz Renato Borelli, da 15ª Vara Federal, negou o pedido da defesa para a permanência em São Paulo. Na decisão, o magistrado ordenou a imediata transferência de Milton para Brasília. Porém, a PF, responsável pela Operação Acesso Pago, que investiga a prática de tráfico de influência e corrupção na liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação, argumentou que não tinha logística pra fazer isso nesta quarta nem quinta-feira (23) a tempo de ele participar da audiência às 14h.

 

O ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro foi preso pela PF nesta quarta-feira (22), assim como os pastores Arilton Moura e Gilmar Santos. Moura participará da audiência de custódia forma remota e Santos presencialmente.

Histórico de Conteúdo