Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 24 de Maio de 2022 - 11:00

Bruno rebate acusação de Roma: Tirou dinheiro de pessoas carentes para adquirir tratores

por Bruno Leite / Anderson Ramos

Bruno rebate acusação de Roma: Tirou dinheiro de pessoas carentes para adquirir tratores
Foto: Bruno Leite / Bahia Notícias

O prefeito Bruno Reis não deixou barato a provocação do ex-aliado e pré-candidato ao Governo da Bahia João Roma, que insinuou que ACM Neto se utiliza da estrutura da Prefeitura de Salvador para suas articulações políticas e interesses pessoais (lembre aqui).

 

O gestor da capital baiana respondeu usando a mais recente polêmica envolvendo o Ministério da Cidadania, pasta que até pouco tempo era comandada por Roma. Segundo matéria do jornal Folha de S. Paulo, o ministério direcionou cerca de R$ 89,8 milhões que deveriam ser destinados para a mitigação do impacto da pandemia da Covid-19 para a compra de tratores, entregues para prefeituras comandadas por aliados da gestão do presidente Jair Bolsonaro (PL) (veja aqui).

 

“O que eu vi na imprensa foi que o dinheiro destinado para pessoas carentes foi usado para adquirir tratores em busca de apoio político. Antes de apontar o dedo para acusar A, B, C ou D, tem que olhar para o seu próprio quintal. O que eu posso assegurar a vocês é que como prefeito, estou governando a cidade, fazendo as entregas e tirando do papel os grandes projetos e os grandes programas e trabalhando, ao invés de estar falando da vida dos outros”, disparou o gestor.

Histórico de Conteúdo