Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Telegram assina parceria com TSE para combate às fake news nas eleições brasileiras
Foto: Marcello Casal / Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou, nesta sexta-feira (25), uma parceria com o grupo Telegram Messenger Inc para o combate às fake news nas eleições. A rede social agora se junta a Google, Facebook, Instagram e WhatsApp no Programa Permanente de Enfrentamento à Desinformação no Âmbito da Justiça Eleitoral.

 

“A finalidade da parceria é combater os conteúdos falsos relacionados à JE [Justiça Eleitoral], ao sistema eletrônico de votação, ao processo eleitoral nas diferentes fases e aos atores nele envolvidos”, explicou o TSE.

 

De acordo com o tribunal, o termo de adesão foi celebrado gratuitamente, não implicando compromissos financeiros ou transferências de recursos entre o Telegram e o TSE, devendo cada uma das instituições arcar com os custos necessários às respectivas participações no Programa.

 

“Pelo termo, o Telegram se compromete a manter o sigilo necessário sobre as informações a que tiver acesso ou conhecimento no âmbito do TSE, salvo autorização em sentido contrário outorgada pelo Tribunal”, revelou o TSE.

Histórico de Conteúdo