Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Área desapropriada no Centro Histórico fica ao lado do Palácio Rio Branco
Foto: Divulgação / Prefeitura de Salvador

A área desapropriada pelo governo da Bahia conforme publicação no Diário Oficial da última terça-feira (19) corresponde a um trecho contíguo ao Palácio Rio Branco. Apesar da indicação inicial do governador em exercício, Adolfo Menezes (lembre aqui), o trecho alvo da desapropriação é um terreno privado, localizado entre a Rua Pau da Bandeira e a Ladeira da Montanha.

 

O ruído de comunicação foi resultado de um projeto antigo, apresentado pela gestão do governador Rui Costa, de conceder o equipamento histórico para a gestão privada, com a possibilidade de transformação da antiga sede do governo em um hotel (lembre aqui). A área desapropriada, todavia, é voltada a “um projeto de urbanização voltado à reabilitação do Centro Antigo do Município de Salvador”, de acordo com a Secretaria de Comunicação.

 

Conforme nota, a Secretaria de Turismo foi responsável pelo estudo e pelo projeto que resultou na desapropriação da área apontada no decreto. “A Secom esclarece, portanto, que o decreto não contém qualquer decisão relacionada a imóvel pertencente ao estado da Bahia”, completa a pasta.

Histórico de Conteúdo