Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Tribunal Superior Eleitoral abre código-fonte de urnas eletrônicas um ano antes da eleição
Foto: Reprodução/TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez nesta segunda-feira (4) a cerimônia de abertura dos códigos-fonte dos sistemas eleitorais. O procedimento que costumeiramente acontece seis meses antes do pleito eleitoral desta vez foi realizado um ano antes das eleições, marcadas para outubro de 2022. 

 

A decisão de antecipar a solenidade, que é obrigatória, aconteceu após a alteração da resolução que regulamenta os procedimentos de fiscalização e auditoria do sistema eletrônico de votação, deliberada pelo plenário do TSE na semana passada. 

 

Segundo o presidente do tribunal eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, a antecipação foi feita “com o intuito de aperfeiçoamento das boas práticas e da necessidade de se ampliar a transparência do processo eleitoral”.

 

Durante a ocasião de abertura, os códigos fontes puderam ser inspecionados por representantes técnicos dos partidos políticos, do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), das Forças Armadas, da Polícia Federal e de universidades, entre outras instituições.

 

Os 12 integrantes da Comissão de Transparência das Eleições também foram convidados. A instância foi criada pelo tribunal é composta por parlamentares e autoridades de órgãos como Tribunal de Contas da União (TCU) e Ministério Público. As informações são da Agência Brasil.

Histórico de Conteúdo