Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Vice do PSL diz que fusão com DEM é caminho para o país 'fugir da polarização'
Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O vice-presidente do Partido Social Liberal (PSL), deputado Junior Bozzella (SP), diz que a nova legenda que deve ser criada a partir da união entre DEM e PSL será positiva para quem "que está querendo fugir da polarização, do debate extremado".

 

Em entrevista ao Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, Bozzella afirmou que há um diálogo sendo construído dentro das siglas para que o ex-governador Geraldo Alckmin, de saída do PSDB, seja candidato pelo novo partido para o governo de São Paulo em 2022.

 

No entanto, não há nada definido. PSL e DEM ainda discutem quem será o candidato ao pleito estadual. Na esfera federal também não há definições para a disputa pela Presidência.

 

A fusão agora caminha para os últimos passos do processo e deve ganhar corpo na próxima semana, quando o PSL se reunirá para definir detalhes da união. A executiva nacional do DEM se reuniu na última semana e aprovou, por 40 votos a 0, a indicação para a fusão.

 

Na última quinta-feira (23), o presidente do Democratas, ACM Neto, comentou que a fusão já ultrapassou os 90% do processo e "o que falta, não vai impedir, provavelmente que a fusão se concretize" (leia mais aqui).

Histórico de Conteúdo