Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 06 de Julho de 2021 - 00:00

Servidores de Salvador não terão reajuste salarial em 2021, confirma secretário

por Gabriel Lopes

Servidores de Salvador não terão reajuste salarial em 2021, confirma secretário
Foto: Divulgação

Os servidores de Salvador não terão reajuste salarial em 2021. Dois meses após a data-base, definida como maio, a informação foi confirmada ao Bahia Notícias pelo secretário de Gestão do município (Semge), Thiago Dantas, nesta segunda-feira (5).

 

"O cenário já permite concluir que [a prefeitura] não vai conseguir fazer uma campanha com perspectiva de reajuste. Estamos discutindo outras pautas já pensando no horizonte de tempo um pouco mais alongado", disse o secretário.

 

O titular da Semge justificou que o atual cenário de pandemia impacta os cofres da prefeitura e que não é possível tratar sobre reajuste nesse momento.

 

"Financeiramente impossível fazer qualquer tratativa nesse sentido dada as condições que temos hoje e incerteza do momento ainda, não seria fiscalmente responsável assumir um compromisso significativo com tantas incertezas no horizonte", completou Dantas.

 

No início do mês de junho, o Bahia Notícias já havia mostrado quadro de indefinição sobre a data-base dos servidores (relembre aqui). Em contato com o coordenador jurídico do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps), Rogério Dantas, ele disse que um dos pontos levantados é a necessidade de equiparar valores de auxílio-alimentação e transporte, que, para o sindicato, está defasado.

 

Thiago Dantas também descartou qualquer movimentação da prefeitura referente aos auxílios. "Esse ponto foi tratado também, com força da lei 173 [Complementar nº 173/2020] também impede que se faça qualquer tipo de majoração até 31 de dezembro. Esse ponto, infelizmente, a prefeitura sequer pode cogitar aumento", explica.

 

Questionado sobre previsão para concluir os diálogos com os sindicatos e associações sobre outros pleitos, como avaliação de desempenho e reestruturação de plano de carreira e salário, o secretário disse que 2021 "vai ser de bastante conversa para o ano que vem tentar sacramentar alguma coisa concreta".

Histórico de Conteúdo