Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 06 de Maio de 2021 - 00:00

Pandemia adia inauguração da 'Cidade da Música'; previsão muda para 2º semestre

por Maurício Leiro / Bruno Leite

Pandemia adia inauguração da 'Cidade da Música'; previsão muda para 2º semestre
Foto: Reprodução / Instagram @myphantomtoy

A prefeitura de Salvador aguarda o arrefecimento da pandemia para inaugurar a Cidade da Música, no Casarão dos Azulejos Azuis, no bairro do Comércio. O esquipamento, dedicado à história da música brasileira, estava previsto para ser entregue no dia 29 de março, mas teve o prazo adiado em razão da crise sanitária.

 

Em contato com o Bahia Notícias, o secretário de Cultura, Fábio Mota, afirmou que o museu está com tudo pronto para ser aberto e que acredita que isso pode acontecer no segundo semestre de 2021.

 

Para a gestão da Cidade da Música - e de outros equipamentos culturais da capital - a ViaPress foi contratada pela gestão municipal (relembre aqui). Ela será responsável pela administração do local, bem como a exploração de pontos de venda de produtos no interior do museu. O artista e arquiteto Gringo Cardia assina a museografia, expografia, videografia e design do espaço. 

 

O Casarão de Azulejos Azuis engloba quatro pavimentos, sendo um piso térreo e mais três e sua construção data do século XIX. As intervenções no prédio incluíram a revitalização da fachada e de outras estruturas originais.

Histórico de Conteúdo