Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Governo federal conclui 1º comboio de oxigênio para Manaus pela BR-319
Foto: Hugo Barreto/ Metrópoles

O transporte do primeiro comboio de carretas com oxigênio pela BR-319/AM com destino a Manaus foi concluído na manhã deste domingo (24). A força-tarefa foi executada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), sob coordenação do Ministério da Infraestrutura. A estrada utilizada é a única ligação rodoviária entre a capital do Amazonas e Porto Velho, capital de Rondônia, e não está pavimentada.

 

O trabalho para viabilizar o transporte terrestre de dois comboios saídos de Porto Velho foi feito nos dias 20 e 21 de janeiro. As equipes do DNIT seguiram em escolta com máquinas em suporte aos atoleiros. No total, seis carretas chegaram ao destino e a expectativa é que mais chegue a Manaus até o fim do dia.

 

Na primeira etapa da operação para transportar 160 mil m³ de oxigênio para Manaus, os comboios percorreram o trajeto de 877 quilômetros e contaram com o apoio das equipes de manutenção do DNIT para atravessar trechos não pavimentados da BR-319/AM. A rota emergencial foi criada pelo Ministério da Infraestrutura em alternativa às balsas da Hidrovia do Madeira e do Amazonas, reduzindo em dias a chegada do material à capital amazonense. Ao todo, sete carretas com oxigênio passaram pela BR-319. 

 

O esforço é necessário porque o estado sofre com um colapso no seu sistema de saúde. Os casos de Covid-19 despontaram, consequentemente, a taxa de ocupação nos hospitais também cresceu e há mais de uma semana a rede de saúde lida com falta de oxigênio.

Histórico de Conteúdo