Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Neto solicita à Câmara inclusão de motoristas de transporte escolar no 'Salvador por Todos'
Foto: Reprodução / Sociedade Online

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), solicitou à Câmara de Vereadores uma autorização para que o Salvador por Todos, benefício de R$ 270 fornecido pela prefeitura durante a pandemia, seja concedido também a motoristas de transporte escolar. A solicitação foi protocolada nesta quarta-feira (9) no sistema do Legislativo, junto ao pedido para liberação para contratação de leitos para tratamento exclusivo da Covid-19.

 

De acordo com o gestor soteropolitano, o benefício será possibilitado a “permissionários e condutores de transporte coletivo escolar cadastradas pela SEMOB, que vem passando por dificuldades, tendo em vista que as escolas encontram-se com as atividades suspensas desde março deste ano, com efeitos financeiros a partir de abrir de 2020”.
O documento também pede autorização para que o auxílio possa ser prorrogada por até três meses. 

 

Além da inclusão dos motoristas de motoristas de transporte escolar, Neto solicita que prorrogação da autorização para doação de cesta básica para os mototaxistas com idade de 18 a 60 anos e a previsão para doação de cestas pelo prazo de 3 meses a pessoas em situação de vulnerabilidade social das comunidades situadas em área de risco e regiões ribeirinhas sujeitas a inundações uma cesta básica “como forma de amenizar a sua vulnerabilidade.”.

 

As categorias que têm direito são as seguintes: ambulantes, barraqueiros, donos de quiosques, baianas de acarajé, guardadores de carro, recicladores, baleiros, taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativo, além de pessoas em situação de rua.

Histórico de Conteúdo