PGE diz que objetivo é garantir 'fiel cumprimento' de operação na sede da Sesab
Operação no Hospital de Juazeiro | Foto: PF

Diante da operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) na sede da Secretaria de Saúde da Bahia, na manhã desta quinta-feira (19), a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) emitiu uma nota para dizer que tem interesse na apuração dos fatos. No caso da pasta estadual, os agentes focam no setor de contratos das Organizações Sociais de Saúde (OSS's).

 

"A orientação é a de garantir o fiel cumprimento da decisão judicial, considerando que o Estado da Bahia é o maior interessado nos esclarecimentos dos fatos", disse a PGE em nota.

 

O principal foco da operação a Associação de Proteção à Maternidade e Infância de Castro Alves (APMI), organização que detém o contrato do Hospital Regional de Juazeiro. Mas o IBDAH, responsável pela operação do hospital, também é alvo.

 

Supostos desvios investigados em setembro na unidade saúde foram a base para os mandados expedidos hoje (veja aqui). Os agentes cumprem seis mandados de prisão e outros 16 de busca e apreensão em Salvador, Juazeiro, Guanambi e Castro Alves (saiba mais aqui).

Histórico de Conteúdo