Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Filhas de Marcelo Odebrecht querem tirar sobrenome após rompimento com avô
Marcelo, Norberto (fundador do grupo) e Emílio | Foto: Acervo Odebrecht

As filhas do empresário Marcelo Odebrecht, ex-diretor presidente da empreiteira, romperam com o avô, Emílio Odebrecht. Rafaella, Marianna e Gabriella decidiram acionar a Justiça para retirar Odebrecht do nome, segundo conta o blog Radar, da Veja.

 

O trio culpa o avô por ter tido os bens bloqueados pela Justiça. "Conceitualmente, quem deixou de ser um Odebrecht foi Emílio, ao dar as costas a família, filho e netos", disseram ao blog.

 

Essa nova fase do conflito familiar mostra que a briga atingiu outro nível. De acordo com publicações feitas na imprensa desde que o grupo empresarial entrou no centro de uma crise, a relação entre Marcelo e o pai é marcada por ressentimentos. "Dói muito que eu nunca tenha sido defendido por meu próprio pai. Eu nunca deixaria uma filha ou pai ser incriminada, e trucidado na mídia por algo que não fez, sem sair publicamente em sua defesa", desabafou Marcelo em uma carta escrita em 2017 enquanto cumpria pena no âmbito da Operação Lava Jato (saiba mais aqui). O manuscrito foi obtido pela Folha de S. Paulo em julho deste ano.

Histórico de Conteúdo