Segunda, 10 de Agosto de 2020 - 11:33

Neto pretende ir a Brasília tentar reverter decisão sobre leitos no Hospital Salvador

por Bruno Luiz / Ailma Teixeira

Neto pretende ir a Brasília tentar reverter decisão sobre leitos no Hospital Salvador
Imagem: PrintScreen / Secom PMS

Após perder na Justiça o direito de instalar leitos de UTI Covid no Hospital Salvador, o prefeito ACM Neto (DEM) disse que pretende ir a Brasília ainda nesta semana "para tratar desse assunto pessoalmente". Como relatado na manhã desta segunda-feira (10), ele planeja levar a argumentação da prefeitura ao Supremo Tribunal Federal (STF), já que a decisão do presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, ainda é passível de recurso.

 

No mês passado, o magistrado acatou o argumento da Universidade Federal da Bahia (Ufba), responsável pela Maternidade Climério de Oliveira, que atualmente está alocada no hospital. A instituição de ensino se opõe a instalação dos leitos para pacientes com coronavírus, pois a maternidade possui UTI neonatal e, segundo aponta no processo, um espaço ficaria de frente para o outro, colocando gestantes e bebês em perigo de contaminação (saiba mais aqui).

 

Já o prefeito ACM Neto fez duras críticas ao reitor da Ufba, João Carlos Salles, pelo que chamou de “postura inaceitável”. Se conseguir reverter a decisão judicial, a prefeitura pretende implantar mais 10 leitos de UTI na unidade, com a nova remessa de respiradores apresentadas hoje (veja aqui). Mas caso não obtenha êxito na viagem, ele admite que não há outro plano, pois afirma que a capacidade de instalação de novos leitos na capital baiana ficaria esgotada.

Histórico de Conteúdo