Presos de São Paulo começam a receber visitas virtuais durante pandemia
Foto: Edson Lopes Jr./ GESP

Impedidos de receber dos familiares fisicamente, por causa da pandemia do novo coronavírus, os mais de 218 mil detentos do sistema penitenciário do estado de São Paulo passaram a ter visitas virtuais, a partir deste sábado (25). 

 

Segundo informações da Agência Brasil, o secretário de Administração Penitenciária, Nivaldo Cesar Restivo garantiu que os encontros online valem apenas para o período da pandemia e que não irao substituir as visitas presenciais, que foram suspensas durante a crise sanitária.

 

O governo de São Paulo prevê a realização de 23,8 mil visitas por fim de semana, com potencial para chegar até 58 mil. Para solicitar este tipo de contato, o parente do presos já deve estar cadastrado no modelo antigo e terá que marcar as visitas no site da Secretaria de Administração Penitenciária.

 

“Pode ser mensagem eletrônica, ou pode ser visita virtual. Se for visita virtual, clica em visita virtual e preenche um formulário. Deixando claro que só as pessoas cadastradas no rol de visitas daquele preso, só a elas será possível fazer o cadastramento. Essas pessoas colocarão seu nome e a matrícula do preso. Faremos a checagem com nosso banco de dados e, estando tudo certo, elas receberão um link com o horário em que deverão se conectar para fazer a visita virtual à pessoa privada de liberdade”, explicou o secretário.

Histórico de Conteúdo