Presidente do Banco do Brasil entrega pedido de renúncia e deixa cargo
Foto: Reprodução / G1

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, entregou seu pedido de renúncia ao cargo ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta sexta-feira (24).

 

O pedido tem efeito a partir de agosto, em data que será definida e comunicada ao mercado, de acordo com nota enviada pelo banco para a Comissão de Valores Mobiliários. No texto, o banco afirma que Novaes avalia que a companhia precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de inovação no setor bancário, de acordo com o Globo.

 

Segundo fontes próximas a Guedes, Novaes estava cansado e pediu demissão por motivos pessoais. O Ministério da Economia ainda não se manifestou. Novaes tem 74 anos é muito próximo a Guedes. Tomou posse em janeiro de 2019, logo após Guedes assumir o Ministério da Economia.

 

"O Banco do Brasil (BB) comunica que o Sr. Rubem de Freitas Novaes entregou ao Exmo. Sr. Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro e ao Exmo. Ministro da Economia, Paulo Roberto Nunes Guedes, pedido de renúncia ao cargo de presidente do BB, com efeitos a partir de agosto, em data a ser definida e oportunamente comunicada ao mercado, entendendo que a Companhia precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário", diz o texto.

 

Mesmo durante a pandemia, Novaes continuava a dar expediente no BB.

Histórico de Conteúdo