Sexta, 05 de Junho de 2020 - 21:25

Acusados na Operação Ragnarok são soltos após término do prazo de prisão

por Mauricio Leiro

Acusados na Operação Ragnarok são soltos após término do prazo de prisão
Foto: Reprodução / SSP-BA

As três pessoas acusadas na Operação Ragnarok (reveja aqui, aqui e aqui), foram soltos nesta sexta-feira (5). Entre eles,  Luiz Henrique Ramos, Paulo de Tarso e  dona da Hempcare, Cristiana Prestes que não teve o pedido de prorrogação da prisão realizado pelos delegados. 


Em entrevista ao Bahia Notícias, o advogado que representa Cristiana comentou que sua cliente já vinha negociando com o governo do estado a devolução dos valores, além de que sua soltura se deve a colaboração com as investigações.

 

"Queria pontuar que a decisão decorre da colaboração de Cristiana, apresentando todos os fatos e colaborando com a investigação. Esgotou o prazo da temporária, e poderia ter sido convertida em preventiva, mas não aconteceu", comentou.

 

Os advogados Gabriel Rossi e Rafael Santana representam Cristiana no caso que acabou com a exoneração do secretário da Casa Civil do estado, Bruno Dauster (relembre aqui). A investigação pode passar a ser feita pela Polícia Federal, já que os governadores do Nordeste envolvidos no caso possuem foro privilegiado (veja aqui).

Histórico de Conteúdo