Segunda, 18 de Maio de 2020 - 10:41

Covid-19: Taxa de ocupação dos leitos de UTI chega a 83% em Salvador

por Breno Cunha / Ulisses Gama

Covid-19: Taxa de ocupação dos leitos de UTI chega a 83% em Salvador
Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Salvador chegou ao final deste domingo (17) a uma taxa de 70% de ocupação de leitos clínicos destinados a pacientes com Covid-19, além de 83% de ocupação dos leitos de UTI, com respiradores, considerando somente a rede pública.

 

Em relação à rede privada, 82% dos leitos destinados ao Covid-19 estão ocupados e alguns hospitais já não possuem vaga a pacientes infectados com o coronavírus.

 

Os dados foram apresentados pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (18).

 

“Isso significa que nós, infelizmente, a cada dia nos aproximamos de uma possibilidade de saturação do sistema de saúde, de colapso do sistema de saúde”, disse Neto, ressaltando que a prefeitura está “no nível de altíssima preocupação”.

 

Ele pontuou, porém, que o colapso nas vagas de UTI previsto para o dia 20 de maio não acontecerá por causa da oferta de novas vagas, além da continuidade das medidas de restrição na capital baiana.

 

“O que se projetava era que pudesse haver um colapso em relação aos leitos clínicos no dia 14 de maio e no de UTI no dia 20 de maio. Não aconteceu porque mantivemos as medidas de isolamento, ampliamos as medidas de restrição nas áreas críticas. A gente conseguiu reduzir a taxa de transmissão, ainda distante do que desejamos, mas foi reduzida. Do outro lado, foi feito uma grande oferta para leitos clínicos e de UTI. Continuamos nesse esforço. Já era para o sistema ter entrado em colapso. Conseguimos ganhar mais tempo”, disse o prefeito.

Foto: Divulgação / Secom

Histórico de Conteúdo