Covid-19: Grupo convoca donos de impressora 3D para produzir EPI para agentes de saúde
Foto: Divulgação

Com o objetivo de produzir um equipamento de proteção individual para serem utilizados por profissionais de saúde do Instituto Couto Maia no atendimento a pacientes com o coronavírus (Covid-19), uma rede formada por professores universitários está convocando voluntários que possuam impressora 3D. A intenção inicial é produzir 200 unidades do protetor facial, de forma mais rápida e focada em um modelo eficaz. O equipamento é usado em auxílio à máscara N95, objetivando ainda mais segurança ao profissional ao estabelecer cotnato com o paciente. 

 

Conforme o doutor em Modelagem Computacional e Tecnologia Industrial, Leandro Brito, professor da Universidade Federal do Oeste Baiano (UFOB) e coordenador da equipe, o grupo trabalha na modalidade fábrica virtual, especificando a parte técnica para construção das peças. "Qualquer pessoa que tenha uma impressora 3D, entra em contato e vai ser adicionado nessa fábrica e recebe as instruções. Vai fazer download e preparar para o processo de fabricação. O nosso EPI depende da impressora 3D para fabricar a parte superior e a inferior do equipamento. Ele recebe uma lâmina de acetato e mais uma borracha para fixar na cabeça. Foi eleito de vários projetos do mundo, pela nossa equipe, como o mais simples e eficaz e capaz de atende rapidamente essa demanda", explicou.

 

 

A logística montada pela rede, que conta ainda com a presenção de profissionais dSecretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) fará diariamente o recolhimento dos materiais produzidos. Quem tiver disponibilidade para justar-se ao grupo deverá solicitar ao grupo de Whatsapp https://chat.whatsapp.com/IgDydQxDKtPKDirREL2C5D ou fazer contato diretamente com o professor pelo telefone (71) 98101-0030. Inicialmente será feita uma triagem e, havendo condições reais para contribuir com a produção, a pessoa entra imediatamente para o time. 

 

"Nosso projeto foi criado para isso. Estamos nos preparando para fazer a entrega das unidades que o Couto Maia solicitou e logo em seguida nós vamos atender as demais unidades de saúde que a Sesab vai indicar. Nosso objetivo é atender toda a equipe da saúde, do médico ao maqueiro", disse. 

 

A rede, formada ainda por membros da Escola Baiana de Medicina e UNEB, criou uma 'vaquinha online' com o objetivo de arrecadar fundos para subsidiar a produção. Segundo o coordenador, os voluntários que se credenciarem receberão de volta o esqtoque utilizado na produção. Quem desejar fazer doação ao projeto pode acessar o link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/desenvolvimento-de-mascaras-de-protecao-facial-contra-o-covid-19 . Até o momento já foram arrecadados R$14.307, doados por 144 apoiadores. 

 

O projeto também está sendo replicado nas cidades de Feira de Santana e Bom Jesus da Lapa. 

 

Veja outras formas de contato com a equipe: 

 

Comitê Gestor do Projeto Face Shiel for Life
Atson Fernandes
BAHIANA
71 99963 9663

 

Eduardo Manuel de Freitas Jorge Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
71997238922

 

Leandro Brito Santos
Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB)
(71)98101-0030

 

Comitê de Produção do Projeto Face Shiel for Life:

Eduardo Manuel de Freitas Jorge Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
71997238922

 

Elton Borges de Sena Barreto
Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC)
71 99219 2386

 

Leandro Brito Santos
Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB)
(71)98101-0030

 

Peterson Albuquerque Lobato
Pesquisador 
Mini Maker Lab
(71) 99139-3302

Histórico de Conteúdo