Sexta, 21 de Fevereiro de 2020 - 14:00

Aeroporto de Salvador recebe em média 170 voos diários no Carnaval 2020

por Mari Leal / Ailma Teixeira

Aeroporto de Salvador recebe em média 170 voos diários no Carnaval 2020
Foto: Will Recarey

Depois do prefeito ACM Neto (DEM) dizer que Salvador registrou a quinta-feira de Carnaval mais "movimentada" da história (veja aqui), a expectativa é de que o volume de pessoas nas ruas não diminua até o fim da folia momesca. Isso porque dados apresentados pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) indicam a previsão de 2.407 voos no aeroporto da capital baiana de 17 de fevereiro até o dia 1º de março.

 

Esse número representa 11% a mais do que o total de voos no período em 2019, sendo 189 deles voos extras. Por dia, a média de 170 .

 

“Isso demonstra a força do Carnaval, esses turistas chegam pra passar, em média, sete dias na cidade. (...) Então, durante quase duas semanas, a gente tem esse grande fluxo”, destaca o secretário Cláudio Tinoco em coletiva de imprensa na manhã desta sexta (21).

 

Foto: Mari Leal / Bahia Notícias

 

Na ocasião, ele disse que a rede hoteleira da cidade atingiu 80% de taxa média na quinta, o que considera "um grande termômetro apesar das contratações de aluguel e imóveis particulares".

 

Mas se engana quem pensa que esse crescimento é espontâneo. Tinoco salienta que o aumento de turistas em Salvador neste período se deve ao "reposicionamento de Salvador" no mercado. “A gente vem trabalhando muito intensamente, com uma promoção durante todo ano. A gente tem levado Salvador a todos os principais mercados e emissoras nacionais e internacionais”, destaca.

 

Como novidade desta edição da folia, a prefeitura trouxe influenciadores digitais para a festa. A estimativa é de que apenas com a exposição nas redes sociais deles, a publicidade atinja cerca de duas milhões de pessoas. "Quando a gente usa o Carnaval não só pra recepcionar os turistas que aqui estão, mas também pra promover, a cada ano, a gente tende a crescer o número de visitantes", estima Tinoco.

Histórico de Conteúdo