Segunda, 10 de Fevereiro de 2020 - 15:05

Para Rui, escolha do PT por Denice não cria 'ruído' nas alianças para 2022

por Francis Juliano, de Barreiras / Mari Leal

Para Rui, escolha do PT por Denice não cria 'ruído' nas alianças para 2022
Foto: Francis Juliano / Bahia Notícias

Durante inauguração da Policlínica Regional de Barreiras, nesta segunda-feira (10), o governador Rui Costa (PT) declarou não vê qualquer possibilidade de a decisão do Partido dos Trabalhadores (PT) de Salvador por major Denice para disputar as eleições municipais de 2020 possa interferir ou influenciar no apoio dos partidos da base em 2022. 

 

"A Bahia tem 417 municípios, o PT deve fazer no máximo 50, 60 prefeitos. 50 de 417, então, a esmagadora maioria não será do Partido dos Trabalhadores. Não há nenhum tipo de ruído. Tocamos um projeto na Bahia desde 2017 que nós nunca implementamos. No passado se tinha implementado uma política de hegemonia, ou seja, todo mundo tinha que se filiar ao partido do governador para ter relacionamento. Nós não fazemos isso. Nem Wagner fez e nem eu faço", afirmou o petista.

 

Governador reafirmou ainda a participação no calendário de definição de candidatura, tanto na capital quando em cidade do interior. 

 

"Estamos intensificando as conversas. Já conversei com vários partidos políticos, discutindo vários municípios, não só Salvador. Estamos tentando no sentido de afunilar os candidatos da base. Na maioria, a disputa vai ser entre dois partidos da base. Então, não tem chance de unificar, mas onde puder unificar nós vamos trabalhar para isso", garantiu Rui Costa.  

Histórico de Conteúdo