Após operação da Polícia Federal, TRT5 'aguarda julgamento e soluções' 
Foto: Divulgação

Após deflagração de operação da Polícia Federal com o objetivo de desarticular possível esquema criminoso identificado na Bahia, o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA) emitiu nota esclarecendo que a investigação, determinada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), tramita em segredo de justiça e envolve quatro desembargadores.

 

A nota do TRT5 ainda informa que foram cumpridas diligências ordenadas pelo Ministro Relator. Por fim, o Tribunal diz estar "no aguardo do julgamento e das soluções que serão adotadas".

 

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (11), a Operação Injusta Causa. Um dos endereços apurados pelo Bahia Notícias é em gabinetes de desembargadores na sede do TRT, na rua Bela Vista do Cabral, em Salvador. Além disso, haviam viaturas da PF no Loteamento Aquárius (leia mais aqui).

Histórico de Conteúdo