Vereadores articulam para derrubar pareceres e aprovar projeto original sobre apps no plenário
Foto: Divulgação / CMS

Vereadores governistas articulam para derrubar os pareceres das comissões sobre o projeto que regulamenta o transporte por aplicativos (como Uber e 99 Pop) e aprovar no plenário da Câmara de Salvador a proposta original enviada pela prefeitura para Casa.  

A matéria já foi aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJ) da Casa (veja aqui) e está agora no colegiado de Finanças, sem previsão de votação. O parecer aprovado na CCJ alterou o projeto inicial do Executivo, que previa, entre outros pontos, a limitação do número de carros por aplicativo de 7 mil. O texto do colegiado não barra a quantidade de veículos. 

Em conversa reservada, um vereador disse que, se o projeto original enviado por ACM Neto (DEM) não for aprovado, "os taxistas estarão mortos operacionalmente e financeiramente". Presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior (SD), tinha dito que a proposta só seria votada no plenário quando a prefeitura encaminhasse um projeto que beneficiasse os taxistas.

No entanto, a prefeitura disse que não teria como contemplar os donos de táxis. Ao Bahia Notícias, o secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota, voltou a defender a aprovação do texto enviado pelo Executivo. Para ele, a proposta da prefeitura beneficia as duas categorias. 

Histórico de Conteúdo