Paralisação pode dar prejuízos de até R$ 50 milhões por dia para o varejo de Salvador
Foto: Reprodução / Mapio

As paralisações dos caminhoneiros em protesto contra o aumento do preço dos combustíveis estão gerando prejuízos para empresários e consumidores de Salvador e Região Metropolitana (RMS). Segundo estimativa da Fecomércio, o reflexo para o varejo pode chegar a perda de vendas de até R$ 50 milhões por dia de paralisação. No cenário estadual, o dano de perda de vendas diárias pode atingir até R$ 150 milhões. Na análise econômica da Federação, assim como no caso de alimentos, remédios e gasolina, o problema de estoque e venda de bens duráveis como veículos, eletrodomésticos e materiais de construção pode chegar ao setor. 

Histórico de Conteúdo