Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 16 de Fevereiro de 2017 - 13:40

Carnaval custará R$ 50 milhões; R$ 30 milhões são recursos da iniciativa privada

por Estela Marques / Luana Ribeiro

Carnaval custará R$ 50 milhões; R$ 30 milhões são recursos da iniciativa privada
Foto: Estela Marques / Bahia Notícias
A prefeitura investirá R$ 50 milhões no Carnaval deste ano, sendo R$ 30 milhões arrecadados junto à iniciativa privada. São cinco patrocinadores: Skol, Avatim, Itaú, Air Europa e Trident). “Nós temos três patrocinadores master, temos outros patrocinadores com ações específicas. É muito bom porque mostra que a festa está valorizada, e o patrocinador nos ajuda a pagar a festa. O que a gente arrecada com o patrocínio, a gente consegue economizar para educação, saúde e transporte nos outros 355 dias do ano que não tem carnaval”, afirmou o prefeito ACM Neto nesta quinta-feira (16). Questionado sobre a presença de Igor Kannário (PHS) entre as atrações sem cordas – o cantor de pagode e vereador, aliado do democrata, tocará sem cordas na sexta-feira (24) no circuito Dodô (Barra-Ondina) e na segunda-feira (27) no circuito Osmar (Campo Grande) – Neto argumentou que a contratação não tem vínculo com a política do Município. “Isso é uma bobagem. Igor Kannário estava excluído do carnaval porque muita gente tinha preconceito. Eu tive a coragem de trazer Igor Kannário para o Carnaval muito antes de ele ser vereador. Ele não está tocando porque é vereador, ele está tocando porque é um dos grandes nomes da música de salvador e da Bahia. Qualquer outro tipo de coisa é preconceito e eu não sou preconceituoso”, declarou. 


Histórico de Conteúdo