Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 31 de Janeiro de 2017 - 17:12

PDT vai expulsar Isidório por voto em Nilo; permanência ficou ‘inviável’, afirma Félix

por Fernando Duarte / Bruno Luiz

PDT vai expulsar Isidório por voto em Nilo; permanência ficou ‘inviável’, afirma Félix
Foto: Divulgação
O presidente do PDT na Bahia, deputado federal Félix Mendonça Júnior (BA), confirmou nesta terça-feira (31) que a sigla vai expulsar o deputado estadual Pastor Sargento Isidório por decidir votar em Marcelo Nilo (PSL) nas eleições para a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), marcada para esta quarta (1º). O partido fechou questão para que a bancada vote em Ângelo Coronel (PSD), e o parlamentar acabou desrespeitando a decisão, o que, segundo Félix, tornou “inviável” a permanência dele na agremiação. O comandante do PDT é desafeto declarado de Marcelo Nilo. Ainda de acordo com ele, Isidório já foi comunicado da decisão. “Já conversamos sobre isso e ficou acertado que é inviável a permanência dele. Ele está livre, faz o que quiser”, afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. O presidente do PDT ainda afirmou que está conversando com o deputado estadual Roberto Carlos, como forma de evitar outra dissidência no partido. Sobre o secretário estadual de Agricultura, Vitor Bonfim (PDT), que poderia se licenciar do cargo somente para participar da eleição, Félix assegurou que a decisão será do próprio titular da Seagri. “O partido liberou para que ele tome essa decisão”, informou.

Histórico de Conteúdo