Quinta, 21 de Maio de 2015 - 00:00

Lázaro Ramos vive ‘vendedor de passados’ em filme que estreia nesta quinta

por Jamile Amine

Lázaro Ramos vive ‘vendedor de passados’ em filme que estreia nesta quinta
Lázaro Ramos e diretor Lula Buarque de Hollanda /Foto: Divulgação
O baiano Lázaro Ramos foi a primeira e única opção do diretor Lula Buarque de Hollanda para protagonizar o longa-metragem “O Vendedor de Passados”, adaptação do livro homônimo do angolano José Eduardo Agualusa, que estreia no Brasil nesta quinta-feira (21). No filme, Lázaro vive Vicente, um jovem que ganha a vida criando e vendendo passados para pessoas que desejam modificar suas histórias. Sua vida dá uma guinada quando conhece Clara, uma bela e enigmática cliente, interpretada por Alinne Moraes. Em princípio, o ator achou estranho o convite para o papel, já que na obra original o personagem é albino, mas depois entendeu a proposta de Lula de Hollanda e se envolveu completamente no projeto. “Eu falei ‘mas Lula, o personagem no livro é albino, você vai me chamar por quê? ’. Eu já conhecia e adorava o livro, mas se fosse para ser daquelas adaptações que tentam fazer exatamente o livro, as descrições do personagem não eram as minhas. Mas aí ele falou, ‘não, eu acho que a sua escalação é acertada porque eu acho que a gente tem que fazer o nosso vendedor de passados. A gente tem que pegar esse personagem e esse tema e contar nossa história’. Eu achei depois que era uma escolha sábia, porque esse livro, essa história e esse tema realmente potencializam várias visões. E o livro tem algumas características que são muito regionais. É um livro que se passa em Angola, tem um narrador bem especifico, e que para transpor para o cinema seria difícil. Eu acho que a gente acabou fazendo um filme que fala de temas muito pertinentes para o hoje em dia, para nossa realidade”, lembra Lázaro. Confira a matéria completa na Coluna Cultura!

Histórico de Conteúdo