Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Múmia de monge budista é encontrada em estátua; órgãos foram substituídos por rolos de papel
Foto: Divulgação / Museu Drents
Restos mumificados de um monge foram encontrados dentro de uma estátua de Buda feita no século XI ou XII. Investigação feita com máquinas de tomografia computadorizada e endoscopia determinou que a múmia é do mestre budista Liuquan, membro da Escola Chinesa de Meditação. O corpo do religioso foi mumificado em posição de meditação e os testes revelaram que seus órgãos foram removidos e, alguns deles, substituídos por rolos de papeis inscritos em chinês antigo. Após a verificação, a múmia foi levada para Budapeste, onde ficará exposta até maio no Museu de História Natural da Hungria. A múmia encontrada é a única budista chinesa disponível para investigação científica no Ocidente.



Estátua passa por tomografia computadorizada e endoscopia

e identidade da múmia é determinada

(Foto: Divulgação / Museu Drents)



Histórico de Conteúdo