Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

 Presidente do Instituto Brasil se desligou da prefeitura há 18 anos, diz secretário
Foto: Max Haack/ Agecom
O secretário de Gestão Alexandre Pauperio afirmou, via nota, nesta terça-feira (23), que a delatora do suposto esquema de desvios de recursos para o PT baiano, a presidente da ONG Instituto Brasil, Dalva Paiva, não é funcionária da prefeitura há quase 18 anos. “Ela (Dalva) trabalhou como chefe de gabinete de um órgão equivalente à Superintendência de Conservação de Obras Públicas na gestão da ex-prefeita Lídice da Mata, nos anos 1990, mas se desligou da Prefeitura em 19 de novembro de 1996”, disse. A informação pode ser constatada no departamento pessoal da prefeitura, segundo Pauperio. “Antes de manipular e mentir, o PT precisa explicar por que seus dirigentes, inclusive o candidato ao governo, foram envolvidos em um dos maiores escândalos de corrupção dos últimos tempos, roubando milhares de pobres, como revelou a revista Veja”, responde o secretário.


Histórico de Conteúdo