Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 22 de Setembro de 2014 - 19:15

Rui vai solicitar a PF que Dalva Sele Paiva retorne ao Brasil para prestar depoimento ao MP

por Fernando Duarte

Rui vai solicitar a PF que Dalva Sele Paiva retorne ao Brasil para prestar depoimento ao MP
Foto: Divulgação
Citado como um dos supostos beneficiários do esquema envolvendo a ONG Instituto Brasil e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), o candidato ao governo da Bahia pelo PT, Rui Costa, vai solicitar à Polícia Federal (PF) que intermedeie o retorno de Dalva Sele Paiva ao Brasil. A presidente do Instituto, responsável pela denúncia de um esquema de caixa 2 de campanha em 2008, viajou para a Europa e tem previsão de retorno no dia 10 de outubro, após as eleições de 2014. De acordo com o candidato, a expectativa é que a PF proceda com a documentação formal para que Dalva volte ao país antes das eleições e preste esclarecimentos ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) sobre as associações sugeridas por ela entre representantes do PT baiano e o Instituto Brasil. “Tenho pressa em esclarecer esta situação e também que os responsáveis sejam punidos. E como meu nome foi citado, exijo que ela, ou a revista, prove que eu tenho qualquer envolvimento em qualquer irregularidade. Sou um homem de bem, com família, e meu nome não pode ser enlameado de forma tão irresponsável e com fins puramente eleitoreiros", defendeu Rui. Mais cedo, a assessoria do PT divulgou que Dalva excluiu o próprio perfil no Facebook, onde sinalizava trabalhar para a Prefeitura de Salvador.

Histórico de Conteúdo