Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 15 de Setembro de 2014 - 16:00

Aprovados em concurso fazem manifestação em frente ao TCE

por Rebeca Menezes

Aprovados em concurso fazem manifestação em frente ao TCE
Foto: Leitor BN
Um grupo de pessoas que foram aprovadas em um concurso do Tribunal de Contas do Estado (TCE) protestou, nesta segunda-feira (15), contra o projeto que visa a criação de 47 cargos comissionados para o órgão. Segundo um dos membros da comissão dos aprovados, Hécio Bruno, o edital da prova foi modificado depois da divulgação do resultado, para que as vagas não fossem preenchidas por quem realizou a prova. “No edital tinha que eram 25 vagas, mais aquelas criadas por lei ou aposentadoria e com encerramento em um ano. Mas 15 dias depois, eles mandaram o projeto para a Assembleia Legislativa que cria 50 vagas, e retificaram o edital, mudando a última parte”, contou ao Bahia Notícias. Bruno explicou que, pelo regimento, o grupo tem direito de entrar com um requerimento para contestar o concurso por cauda da mudança, o que já foi feito. “Isso prejudicou a gente, descumpriu com a moralidade e boa fé”, reclamou. O presidente do TCE, Inaldo da Paixão Araújo, afirmou ao BN no último dia 8 que as vagas criadas pelo projeto são, na verdade, fruto de um remanejamento de cargos extinguidos na autarquia. “Na prática, só 8 novas vagas serão criadas. Não entendo o porquê dessa preocupação. Só vai fortalecer o tribunal, mas tem gente que é contra”, disse.

Histórico de Conteúdo