Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Conde: Docentes mantêm greve; Prefeitura propõe pagar salários atrasados em 20 parcelas
Foto: Divulgação
Os professores do Conde, no Litoral Norte baiano, decidiram manter nesta quarta-feira (17) a greve deflagrada desde o último dia 25 de março.A decisão foi tomada após a prefeitura propor pagar os salários atrasados de dezembro último em 20 parcelas. De acordo com os educadores, o pagamento dos proventos do último mês de 2012, de responsabilidade do ex-prefeito e atual secretário municipal de Administração, Paulo Madeirol, teria sido por conta de um suposto bloqueio das contas da prefeitura, após constatação de desvios de recursos. Segundo reportagem do site Alagoinhas Hoje, a informação foi passada pelo próprio chefe da pasta durante encontro com os educadores. A reunião foi a sétima tentativa de negociação entre os representantes dos professores da Rede Municipal de Ensino com os representantes do governo da prefeita Marly Madeirol, esposa do ex-prefeito e atual responsável pelas chaves dos cofres públicos condeses. Os servidores da educação municipal marcaram uma nova assembleia para a próxima sexta-feira (19), quando mais uma rodada de negociação será realizada.

Histórico de Conteúdo