Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 08 de Abril de 2013 - 15:40

Saúde: Cassi e Assefaz acumulam rombo de R$ 145 milhões

Duas semanas após a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) intervir na Geap – a fundação que administra os planos de saúde de 625 mil servidores públicos federais e dependentes – duas outras operadoras de grande porte que administram convênios do funcionalismo estão em alerta devido a problemas de caixa. De acordo com o Correio Braziliense, enquanto a Geap apresentou rombo de R$ 260 milhões em 2012, as contas da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi) e da Fundação Assistencial dos Servidores do Ministério da Fazenda (Assefaz) fecharam o último ano com resultados financeiros preocupantes. Com 855 mil beneficiários, a Cassi entregou balanço com déficit de R$ 107,6 milhões, após apresentar superávit durante cinco anos. Ainda de acordo com o jornal, o resultado da Assefaz, que atende a mais de 96 mil servidores e dependentes, foi proporcionalmente muito pior: a entidade encerrou o ano de 2012 com um rombo de R$ 37,2 milhões, o equivalente a um terço do registrado pela Cassi, que tem quase 10 vezes mais usuários atendidos. 

Histórico de Conteúdo