O plenário da Câmara aprovou, no início da noite desta terça-feira (6), por 286 votos a 124 o projeto de lei do Senado que trata da redistribuição dos royalties do petróleo para estados e municípios produtores e não produtores. Para o presidente do Legislativo, deputado Marco Maia (PT-RS), os destaques apresentados ao substitutivo do relator Carlos Zaratinni (PT-SP) podem ser votados em relação ao texto aprovado.  A interpretação do petista, no entanto, é questionada por colegas da Casa que argumentam que a apresentação dos destaques foram para modificar o texto do relator. Como o texto de Zaratinni caiu, pois foi aprovado o texto do Senado, os deputados entendem que a interpretação de Maia merece uma melhor análise.

Histórico de Conteúdo