Irmão de Genoíno diz que PT voltará a discutir regulação da mídia
O deputado federal José Guimarães (PT-CE), irmão do réu do mensalão José Genoíno, afirma em vídeo publicado no site do seu partido que a legenda voltará a discutir sobre a regulamentação da mídia depois das eleições “quer queiram, quer não queiram”. O petista repete o argumento de que a legenda é alvo de uma “ação orquestrada” dos meios de comunicação. “Passadas as eleições, nós do PT vamos tomar uma medida quer queiram, quer não queiram. É a regulamentação da questão da comunicação no país. Vamos ter que enfrentar esse debate porque foi além do limite”, afirma o parlamentar. O vídeo foi publicado como resposta à reportagem da revista Veja que atribuiu ao empresário Marcos Valério a declaração de que Lula seria o chefe do esquema. O irmão de Genoíno ganhou destaque nacional em 2005, quando seu então assessor foi detido no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com R$ 200 mil em uma mala e US$ 100 mil escondidos na cueca. O episódio, no auge da crise do mensalão, foi o estopim da saída de Genoíno da presidência nacional do PT. Informações da Folha.

Histórico de Conteúdo