Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Senado realiza audiência para discutir qualidade de telefonia móvel
Foto: Evilásio Júnior / Bahia Notícias
A situação da telefonia móvel no país será tema de uma audiência pública nesta quarta-feira (8), no Senado. A suspensão da venda de chips de operadoras, revogada na última sexta (03), pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), ainda repercute dentro do Congresso Nacional. Os parlamentares convocaram o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e os presidentes da Anatel, João Rezende, e da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), Antonio Carlos Valente da Silva, que também é presidente do grupo Telefônica, para debaterem melhorias no serviço ofertado pelas empresas do ramo de telefonia. O encontro ocorrerá conjuntamente com as comissões de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) e Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA). O líder do PT, Walter Pinheiro (BA), um dos autores do requerimento da audiência, esclareceu que o objetivo da reunião é trabalhar ações para resolver o problema de preço e qualidade dos serviços. “A audiência não é para retomar a punição. É para cobrar, do governo e das operadoras, o cumprimento do que está no contrato assinado pelas empresas: investimento, compartilhamento de infraestrutura e qualidade dos serviços”, explicou. “Atualmente, a estrada é a mesma e o número de carros só aumentou. É claro que vai engarrafar”, avaliou o senador, que também é especialista em telecomunicações. Para Pinheiro, uma solução rápida para o problema pode ser o compartilhamento de antena entre as operadoras. “A lógica do compartilhamento de infraestrutura reduz custo e aumenta a capacidade de tráfico, de se movimentar”, apontou.

Histórico de Conteúdo