Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Jaguaripe: Justiça decreta prisão preventiva de viúva de Léo Troesch e de amiga dela
Foto: Reprodução / Blog do Valente

A viúva de Leandro Troesh, Shirley da Silva Figueiredo, e a amiga dela, Maqueila Bastos, tiveram as prisões preventivas decretadas pela Justiça. As duas seguem foragidas ainda nesta terça-feira (15) e são investigadas na morte do empresário. Segundo o G1, Shirley já era considerada foragida após fugir da residência onde cumpria prisão domiciliar.

 

Maqueila Bastos é ex-detenta e trabalhou na pousada Paraíso Perdido após começar uma amizade com Shirley Figueiredo, quando as duas estavam presas no ano passado no presídio da Mata Escura, em Salvador.

 

Maqueila foi despedida da pousada dez dias antes da morte de Leando Troesh, que não aprovava a amizade da companheira com a ex-detenta.

 

A polícia também procura um homem, apelidado de Zarolho, acusado na morte de Marcel da Silva Vieira, o Bily, funcionário e espécie de braço direito de Léo e considerado testemunha-chave na investigação do homicídio. 

 

O empresário foi encontrado morto no último dia 25 de fevereiro após ser atingido por um tiro na cabeça (saiba aqui). Ele chegou a ser socorrido para um hospital em Nazaré, no Recôncavo, mas não resistiu aos ferimentos.

 

A polícia tem duas hipóteses para o caso: ou o empresário tirou a própria vida ou alguém o matou.

Histórico de Conteúdo