Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Camaçari: Membro de milícia é preso; homem é acusado em mortes de PM e ex-fuzileiro naval
Foto: Divulgação / Polícia Civil

A polícia prendeu nesta quinta-feira (9) um homem, de 28 anos, acusado de integrar uma organização criminosa responsável pela grilagem de terrenos em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O acusado, que não teve a identidade revelada, teve um mandado de prisão cumprido por latrocínio, roubo seguido de morte.

 

Ele foi localizado no loteamento Bosque Guaraipe I, em Barra do Jacuípe. Conforme o coordenador da Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter), delegado Arthur Gallas, o homem é investigado em quatro inquéritos pelos crimes de homicídio, latrocínio, roubo e porte ilegal de arma em Camaçari e outras cidades da RMS. O homem também é apontado em um crime que vitimou um soldado da PM-BA e um ex-fuzileiro da Marinha, em setembro do ano passado (lembre aqui).

 

“Ele também é suspeito de praticar junto com seu pai, um sargento da reserva, um duplo homicídio, ocorrido em setembro de 2020, em Camaçari, que teve como vítimas um soldado da Polícia Militar e um ex-soldado da Marinha”, acrescentou Arthur Gallas.

 

Condenado a 20 anos de reclusão, o acusado passou por exame de lesões e segue à disposição da Justiça. “As ações criminosas praticadas pelo acusado são relacionadas à milícia armada, estabelecida na região da Linha Verde. Outros integrantes da quadrilha estão sendo procurados”, completou o coordenador da Polinter.

 

O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal de Camaçari. Além da Polinter, a ação contou com apoio da Coordenação de Operações Especiais (COE).

Histórico de Conteúdo