Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Após ameaças, deputadas federais e estaduais manifestam apoio a prefeita de Cachoeira
Foto: Divulgação

A bancada feminina da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) assinou, nesta terça-feira (20), moção de apoio à prefeita de Cachoeira, Eliana Gonzaga (Republicanos). A gestora vem denunciando ameaças de morte desde o resultado das eleições em 2020 (relembre). Na Câmara dos Deputados, o assunto foi levantado durante audiência na Procuradoria da Mulher. 

 

Eliana já chegou a registrar dois boletins de ocorrência após dois militantes que lhe apoiaram na campanha serem mortos. Atualmente ela tem suporte da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP), em sua segurança particular (veja). 

 

De autoria da deputada Fabíola Mansur (PSB), a moção chama atenção do governador Rui Costa, do secretário da Segurança, Ricardo Mandarino, além das diversas instâncias do estado e do país para a gravidade do caso. “Precisamos enfrentar, com união, a violência política contra as mulheres, sobretudo as negras, o que vem crescendo assustadoramente no Brasil”, diz o texto.

Foto: Divulgação 


De acordo com Fabílola Mansur, “é urgente nossa mobilização, e providências legais, para descobrir os autores das ameaças e o pleno esclarecimento desses fatos pela preservação da vida da prefeita Eliana, de sua vice Cristina e em defesa do legítimo exercício da vontade democrática do bravo povo cachoeirano expressa nas urnas nas eleições municipais do ano passado. O feminicídio político de mulheres negras não pode ser banalizado, e virar rotina neste país. Reaja”, diz.

 

Além de Fabíola, assinam a moção as deputadas Maria Del Carmen, Ivana Bastos, Maria de Fátima Nunes, Talita Santos de Oliveira, Mirela de Oliveira Macedo Silva, Neusa Cadore e Maria Olívia Santana. 

 

No mesmo sentido, a deputada federal Lídice da Mata (PSB-BA) denunciou, também nesta terça-feira (20), o caso durante uma audiência na Procuradoria da Mulher da Câmara Federal. Em sua fala a parlamentar afirmou que Cachoeira vive momentos de terror, desde que duas mulheres foram eleitas prefeita e vice no último pleito. “A prefeita teve dois apoiadores assassinados e desde que assumiu o mandato vem sofrendo ameaças à sua vida e também é atacada com mensagens racistas. A Secretaria da Segurança Pública da Bahia já está investigando uma denúncia coletiva. Não vamos permitir que mais uma mulher seja vítima de violência política no País. Não vamos aceitar isso”, disse. 

Foto: Divulgação

 

Há pouco mais de dois meses a vereadora da cidade de Itapebi, na Costa do Descobrimento, Veronice Romana dos Santos (Podemos) também denunciou à polícia uma tentativa de assassinato contra ela (relembre). Um dos suspeitos de participação na tentativa de homicídio foi preso (reveja). 

Foto: Reprodução / Radar 64

Histórico de Conteúdo