Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 30 de Abril de 2020 - 20:07

Pacientes de Ilhéus e Itabuna com Covid-19 podem ser remanejados para Conquista

por Lula Bonfim

Pacientes de Ilhéus e Itabuna com Covid-19 podem ser remanejados para Conquista
Foto: Divulgação / Sesab

O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), demonstrou preocupação, em publicação no Instagram nesta quinta-feira (30), com a possibilidade de pacientes de Ilhéus e Itabuna com Covid-19 serem remanejados para hospitais conquistenses. O emedebista disse ter contato com a informação “por meio da imprensa”.

 

O Bahia Notícias procurou o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, para perguntar sobre essa possibilidade. Segundo ele, essa medida seria apenas para uma situação excepcional, no caso de serem esgotados os leitos da região cacaueira. Mas, para o momento, esse remanejamento não é necessário.

 

Nesta quarta (29), o titular da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) já havia comunicado ao BN que Ilhéus e Itabuna possuem 148 leitos disponíveis para o tratamento de pessoas contaminadas com o novo coronavírus (veja aqui). Além desses, o governo do estado ainda prepara mais leitos, para serem inaugurados em breve, incluindo um hospital de campanha no município ilheense.

 

Neste momento, segundo boletim divulgado pela Sesab, 42% dos leitos reservados para o tratamento da Covid-19 estão ocupados. Entre os leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI), o percentual cresce para 54%. O governo ressalta no documento que, progressivamente, mediante aumento da demanda, novos leitos serão abertos.

 

A especulação se dá em um contexto complicado para as duas maiores cidades da região cacaueira. Ilhéus possui 202 casos confirmados da Covid-19 e Itabuna tem 171. Enquanto isso, Vitória da Conquista, tendo uma população duas vezes maior que a ilheense, registra “apenas” 28 casos do novo coronavírus. Por esse motivo também, o temor da administração conquistense.

 

Segundo a prefeitura de Conquista, o governo do estado ainda não enviou nenhum comunicado oficial sobre o possível remanejamento de pacientes com Covid-19 para o município.

Histórico de Conteúdo