Crise em Jeremoabo: Vereadores protocolam denúncia contra prefeitura no MP, em Salvador
Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (30), sete vereadores de oposição em Jeremoabo foram ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) em Salvador e protocolaram uma denúncia quanto a supostas irregularidades que estariam sendo praticadas pela gestão municipal.

 

Os vereadores Ana Josefina (PSD), Antônio Chaves (PSD), Dedé de Manoel de Pedrinho (PSD), Diana de Irene (PSD), Genilson de João de Julho (MDB), Kaká de Sonso (PSD), além do presidente da Câmara, Bino (PSD), atravessaram cerca de 387 km entre Jeremoabo e Salvador para denunciar supostas irregularidades cometidas pela administração municipal.

 

O Bahia Notícias entrou em contato com os vereadores, para que dessem mais detalhes sobre a denúncia. Porém, até o momento, não obteve retorno. Após irem ao MP-BA, os parlamentares compareceram a uma audiência na Secretaria Estadual de Educação, para debater mais questões acerca da crise administrativa e financeira de Jeremoabo.

 

ENTENDA

Jeremoabo vive, desde o início do ano, uma grande crise administrativa e financeira. Com salários atrasados, os servidores municipais realizam diversos protestos na cidade (veja aqui e aqui). A prefeitura, com verbas bloqueadas por dívidas previdenciárias (veja aqui), não consegue arcar com todas as suas obrigações dentro dos prazos legais (confira aqui), provocando reações do Poder Legislativo (veja aqui).

 

O secretário municipal de Administração, Nilson Lubarino, declarou ao Bahia Notícias nesta quinta (30) que a prefeitura recebeu verbas relativas ao Fundo de Participação do Municípios, conseguindo realizar o repasse do duodécimo, que estava atrasado. Lubarino prometeu ainda pagar os salários atrasados de parte dos servidores municipais (confira aqui).

Histórico de Conteúdo