Quarta, 25 de Março de 2020 - 15:40

Sócio de escritório de advocacia reclama de 'home office de pijama'

por Guilherme Seto | Folhapress

Sócio de escritório de advocacia reclama de 'home office de pijama'
Foto: Divulgação

O advogado Luiz Gustavo Bichara, um dos mais reconhecidos tributaristas do Brasil e sócio do escritório Bichara Advogados, enviou um comunicado interno aos seus funcionários em que reclama da postura que eles têm adotado durante o período em home office devido à crise do novo coronavírus.

No comunicado, Bichara diz que home office não é férias, reclama que um advogado do escritório estava usando pijama "verde-bandeira" e estava com o "olho remelento", diz que a situação é vergonhosa e lamentável e classifica o funcionário como "porco".

Ele ainda relata que outro funcionário usou a tela do computador para espremer espinhas. O comunicado não diz o nome dos funcionários e trata de dois casos específicos.

No texto, Bichara ainda diz que não deve haver mudança na apresentação pessoal dos advogados só porque estão em home office. O escritório tem unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Vitória e Belo Horizonte.

Ao Painel, Bichara disse que, em seu escritório, são mais de 400 colaboradores. "É natural que uma ou outra situação dessas aconteça nesse momento de adaptação. Nossa maior preocupação é sempre o respeito e o atendimento ao cliente", afirma.

"Claro que não se espera que o advogado use paletó e gravata em casa, mas temos que estar apresentáveis. Nada muda em uma situação de crise como a que vivemos. Foi apenas um alerta interno."



Histórico de Conteúdo